Praia Grande doa quase 80 mil kits de alimentação escolar

Distribuição de mantimentos visa a auxiliar famílias que passam por necessidade devido à pandemia de Covid-19

A Secretaria de Educação (Seduc) de Praia Grande passou a distribuir os mantimentos pertencentes a merenda para atender as famílias dos alunos que enfrentam dificuldades por conta da pandemia do novo coronavírus. Somadas as seis etapas de entregas, desde a primeira, em 30 de março, a Seduc já doou 79.602 kits de alimentação escolar.

Ao longo desse processo, a pasta municipal fez adaptações pontuais para melhor atender aos alunos e se adequar à realidade atual. A principal delas diz respeito a periodicidade da distribuição dos kits de alimentação. Nas três primeiras etapas, as entregas ocorreram com um espaço de 15 dias entre uma e outra. Depois dos ajustes necessários, a distribuição passou a acontecer de forma mensal.

Com o passar do tempo, a cada edição, a Seduc viu o número de famílias que precisavam receber o auxílio aumentar. Neste período, dois momentos exemplificam o crescimento na procura dos mantimentos. Na terceira etapa, a pasta municipal distribuiu 7.830 kits de alimentação escolar. Já na fase seguinte, a quantidade de contemplados saltou para 15.781 kits, uma elevação de mais de 100% de beneficiados.

Na etapa seguinte, também houve crescimento significativo na quantidade de famílias beneficiadas. Dos 15.781 kits distribuídos, o número passou para 25.939 contemplados, o que resultou em uma elevação de 64%. “Com o avanço do período de distanciamento social, mais famílias precisaram recorrer ao benefício. Enquanto as aulas presenciais não retornarem os alimentos serão distribuídos”, afirmou a subsecretária de Administração, Vanessa Rovenna, responsável pela Seduc.

A sétima etapa de distribuição está marcada para ocorrer a partir do dia 17 de agosto. As famílias dos alunos que ainda não solicitaram os kits de alimentação podem fazer. Para serem contemplados nesta fase, os interessados podem procurar a unidade onde a criança estuda até a próxima segunda-feira (3). Uma vez feito o cadastro, pais ou responsáveis devem ficar atentos a data de início da retirada.

Com objetivo de auxiliar as famílias, os kits são montados para atender à necessidade dos alunos. Por isso, ocorre a variação dos produtos doados a cada nova etapa de distribuição. Para beneficiar as crianças, a Seduc separa mantimentos que seriam utilizados na produção da merenda escolar. Fazem parte dos itens fornecidos alimentos perecíveis, assim como aqueles com data de validade estipulada para os próximos meses e demais itens.

Os itens separados pela Divisão de Alimentação Escolar são mantimentos que seriam utilizados na produção da merenda escolar dos estudantes. Com a distribuição, a pasta municipal tem papel importante na garantia da alimentação dos alunos em vulnerabilidade social. Devido as questões familiares, antes mesmo do período pandêmico, algumas crianças aproveitavam a refeição oferecida nas escolas municipais para suprir a necessidade nutricional recomendada.

Tudo sobre: