Praia Grande aguarda definição de doses para iniciar vacinação contra Covid-19

No primeiro grupo estão os profissionais de saúde, quilombolas e indígenas, e a cada semana um grupo de idosos será acrescentado acima de 75

A prefeitura de Praia Grande aguarda a confirmação do Ministério da Saúde sobre a quantidade de doses que a cidade irá contar na primeira fase da campanha de imunização contra a Covid-19. Com o plano municipal de vacinação concluído, o poder público sustenta depender apenas da data dessa remessa da medicação para começar a aplicação das doses no grupo prioritário. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

É o que informou a prefeita Raquel Chini (PSDB), após participação no encontro virtual com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta quinta-feira (14). A reunião foi articulada pela Frente Nacional de Prefeitos (FPN) para debater a estratégia sobre imunização contra a Covid-19. Entre os assuntos estavam a quantidade de vacinas no Brasil, a aprovação da Anvisa e cronograma de vacinação. 

“[A reunião] norteará as nossas ações. Em Praia Grande já temos definições importantes e estamos preparados para aplicar as doses. Aguardamos a definição da data que serão enviadas aos Estados e aos municípios, a logística e quantidade”, afirmou a chefe do Executivo praia-grandense. 

No encontro, Pazuello afirmou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve aprovar no domingo (17) o uso emergencial das duas vacinas em análise pelo órgão federal. Nessa etapa, são previstas 8 milhões de doses ainda em janeiro, sendo 2 milhões de doses da Astrazeneca e 6 milhões de doses para uso emergencial produzidas pelo Butantan.  

“Para o Brasil, perto de sua população não é nada, mas se vacinarmos esta quantidade de pessoas seremos o País que mais vacinou em uma só tacada sua população. Até segunda-feira essas doses estarão nos estados e partir dali farão a logística aos municípios”, explicou o ministro.

Pazuello afirmou que a vacinação simultânea no País deve ocorrer no próximo dia 20, e a distribuição das doses será de forma proporcional obedecendo os grupos determinados, que são os profissionais de saúde, idosos, índigenas e quilombolas. 

Vacinação em Praia Grande

De acordo com o secretário municipal de saúde, Cleber Suckow Nogueira, o Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19 em Praia Grande integra as pastas de saúde, educação, trânsito e procuradoria geral. O Município está preparado para receber as doses e aplicá-las e seguirá o cronograma determinado. 

“Estamos trabalhando de forma integrada para que a população seja atendida da melhor forma possível. Esta reunião foi boa porque nos dá um direcionamento nacional. Praia Grande já se programou para sua execução”. 

Ele destaca que assim que obtiver as informações de quantas doses virão para o Município, serão divulgados os equipamentos públicos que imunizarão os grupos pré-determinados. A vacinação da população não ocorrerá nas Usafas para não atrapalhar o atendimento de rotina das unidades, mas terão polos de vacinação distribuídos de acordo com a geografia da Cidade, contemplando todas as regiões. 

Os acamados que têm cadastro nas Unidades de Saúde serão vacinados em casa, e os que não têm, um responsável deve fazer o cadastro na unidade mais próxima de sua casa. As instituições que acolhem idosos também receberão a vacina no local 

No primeiro grupo estão os profissionais de saúde, quilombolas e indígenas, e a cada semana um grupo de idosos será acrescentado acima de 75, depois acima de 70, acima de 65 e, finalmente acima de 60. A previsão de aplicação da 2ª dose é a partir de 15/2 respeitando o intervalo de 21 dias. 

Para a aplicação das vacinas a Prefeitura está trabalhando em parceria com a universidades e escolas técnicas que possuem cursos na área de saúde e também fará contratação temporária de profissionais da saúde. Já se colocaram à disposição e a expectativa é que em torno de 200 alunos possam fazer parte da campanha de vacinação. 

Tudo sobre: