Pandemia obriga Praia Grande a cancelar Jogos Escolares e da Maturidade

Preocupação com a saúde dos participantes nos dois principais eventos esportivos organizados pelo poder público praia-grandense pautou decisão

Os registros de novos casos, após mais de quatro meses dos primeiros pacientes com Covid-19 na região, obrigaram a prefeitura de Praia Grande a suspender as principais competições esportivas na Cidade. Os jogos Escolares e da Maturidade não serão realizados neste ano. A decisão segue as regras do protocolo de cuidados e precauções com relação à pandemia do coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). 

Desde 17 de março, a pasta suspendeu qualquer tipo de atividade presencial esportiva e de lazer nos espaços municipais. “A prioridade é o bem-estar e a saúde de todos aqueles que praticam atividade física por meio do poder público de Praia Grande”, destaca o secretário José Carlos de Souza.  

Segundo ele, a suspensão das competições deve-se para garantir segurança dos competidores. “A sociedade brasileira como um todo vive um momento extremamente delicado e isso precisa ser respeitado. A pasta vem realizando estudo sério sobre protocolos de retorno as atividades presenciais esportivas e de lazer, mas ainda é cedo para se pensar na realização de competições. Mas, ainda não temos uma data estabelecida para a volta das atividades presenciais”. 

Jogos Escolares   

Criada em 2005, esta é apenas a segunda vez que os Jogos Escolares de Praia Grande não serão disputados. A primeira ocasião se deu em 2007, motivada por falta de espaço na agenda esportiva, ocasião na qual o município sediou os Jogos Abertos Brasileiros e os Jogos Abertos do Interior.  

A competição estudantil reúne alunos de 7 a 14 anos de instituições públicas (municipais e estaduais) e privadas. Os estudantes disputam oito modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, jogo de damas, tênis de mesa, vôlei e xadrez. Em 2019, um total de 1.137 alunos de 34 instituições de ensino participou do evento.  

“Tomamos a decisão mais acertada”, disse o diretor do Departamento Sócio Esportivo da SEEL, Antônio Carlos Salles. “A segurança de crianças e jovens é algo que merece a atenção de todos nós neste momento de pandemia. Colocá-las para competir em locais fechados ou com aglomeração de pessoas seria errôneo. Os professores de educação física do Programa SuperEscola têm produzido videoaulas e desafios variados para as nossas turmas de iniciação. Assim, vamos os motivando e mantendo o contato deles com o esporte até termos condições de retornar as atividades presenciais”.  

Jogos da Maturidade  

Realizados desde 2014, esta é a primeira vez que os Jogos da Maturidade de Praia Grande não ocorrerão. A competição é destinada a atletas com mais de 50 anos em 13 modalidades: atletismo, bocha, buraco (carteado), dança de salão, dominó, jogo de damas, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco (carteado), vôlei adaptado e xadrez.  

No ano passado, o evento reuniu 1.395 pessoas, entre homens e mulheres, dos Bairros Boqueirão, Caiçara, Guilhermina, Ocian, Princesa, Real, Samambaia, São Jorge, Sítio do Campo, Solemar e Tupi. “O momento é de paciência e atenção”, diz o diretor do Departamento Esportivo, Cláudio Luiz Monteiro de Morais. “Não podemos e não vamos nos basear em opiniões, mas sim em conceitos científicos e legais (para a retomada das competições”, completa. 

Tudo sobre: