EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Centro cirúrgico do Hospital Irmã Dulce é liberado pela Vigilância Sanitária

Cirurgias eletivas da unidade voltaram a ser realizadas após unidade apresentar problemas de climatização

Após enfrentar problemas com a climatização por cerca de um mês, o centro cirúrgico do Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, foi liberado pela Vigilância Sanitária. A unidade suspendeu cirurgias eletivas durante o período, dando prioridade apenas a casos emergenciais.

Após a liberação, na última quinta (21), o Irmã Dulce voltou a realizar as cirurgias eletivas nesta sexta-feira (22), e os procedimentos que haviam sido suspensos estão sendo reprogramados. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do equipamento passou a receber novas internações já na última segunda-feira (18).

Os antigos condensadores da unidade foram substituídos por equipamentos usados, em caráter emergencial. No último dia 9, o atendimento havia sido normalizado, mas voltou a apresentar problemas. Assim, os procedimentos cirúrgicos não emergenciais foram suspensos novamente.

Durante o período, um paciente em internação morreu após contrair uma infecção bacteriana no hospital, devido às altas temperaturas, que favoreceram a proliferação de bactérias no ambiente.

Em nota, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), gestora do Hospital Irmã Dulce, afirmou que a empresa responsável pela manutenção dos equipamentos segue trabalhando nos demais reparos. Além disso, a SPDM esclarece que a unidade possui sérios problemas de conservação e demandam um tempo maior para a realização do conserto geral.