EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

17 de Julho de 2019

Motociclista leva 46 pontos ao ter pescoço cortado por linha com cerol na Imigrantes

Engenheiro voltava do trabalho quando foi atingido por fio de pipa e precisou ser operado

Um motociclista de Santos ficou gravemente ferido após sofrer um corte causado por uma linha com cerol na Rodovia dos Imigrantes. O engenheiro de segurança voltava do trabalho quando sofreu o acidente e recebeu 46 pontos. Nesta quinta-feira (11) ele contou para A Tribuna On-line sobre o episódio. "Pior é que a pessoa que fez isso nem imagina que quase me matou", lamenta.

Felipe Pirula Vieira, de 35 anos, conta que trabalha em São Bernardo e volta de moto para Santos diariamente. "Nesse dia, na Imigrantes, houve um acidente no Km 20 e tive que fazer um retorno para pegar novamente a rodovia".

Próximo ao Km 7, Felipe começou a sentir dores no pescoço e acreditou terem sido causadas por uma picada de abelha, já que vestia uma jaqueta especial para motociclistas, que cobre a região do pescoço. "Comecei a dar tapas fortes para matá-la. No terceiro tapa espirrou sangue e, no quarto, a linha de pipa prendeu na minha mão. Só então eu entendi o que tinha acontecido", relata.

Engenheiro improvisou torniquete e procurou ajuda de uma ambulância na rodovia (Foto: Arquivo Pessoal)

Passando mal, ele foi para o acostamento e improvisou um torniquete com um casaco que vestia por baixo da jaqueta especial. Após isso, pegou a moto e voltou para rodovia para que buscasse socorro. "Por volta do Km 20, próximo ao pedágio de acesso, vi uma ambulância e buzinei. Eles acharam que tinha levado um tiro, mas me socorreram na hora", afirma.

O motociclista foi encaminhado ao Hospital de Diadema e devido aos "diversos vasos rompidos" passou por uma cirurgia. Posteriormente, foi transferido para um hospital em Santos.