Vistoria em respiradores de UPA do litoral de SP gera confusão entre vereadores e enfermeiros; VÍDEO

A discussão começou após os políticos pedirem aos funcionários do local um teste nos equipamentos, que estavam supostamente sem funcionar

Uma denúncia de respiradores quebrados em Peruíbe acabou gerando uma grande confusão na noite desta segunda-feira (5). A discussão começou após dois vereadores do munícipio pedirem para uma funcionária do local para ver os objetos. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Segundo o boletim de ocorrência, os vereadores Toni Matos e Bruno Chehade se encaminharam até a unidade após receberem denúncias de que 10 de 13 respiradores do local não estavam funcionando. Uma enfermeira que trabalha no local afirmou aos dois que todos os respiradores estavam funcionando. 

Ambos pediram para ver os objetos, mas foram informados que precisavam de uma autorização prévia para isso. Contudo, a dupla voltou a frisar que eram vereadores e teriam direito de realizar a vistoria. 

Após uma grande discussão, os homens foram convidados a se retirar da UPA pela polícia sem realizar a vistoria. Em defesa, representantes do hospital afirmam que os vereadores chegaram a adentrar várias salas e acessos da unidade sem autorização. 

Toda confusão foi filmada pelos vereadores e transmitida em lives publicadas em redes sociais. Veja no vídeo abaixo: 

Tudo sobre: