Primeira dose da vacina para idosos é suspensa em cidade do litoral de SP por falta de imunizantes

Prefeitura diz que aguarda nova remessa, mas não se sabe ainda o prazo

Por conta da falta de doses, a vacinação dos idosos de 68 anos precisou ser interrompida no município de Itanhaém. Familiares dos idosos receberam a notícia está semana avisando sobre a indisponibilidade dos imunizantes para primeira dose, deixando-os indignados.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

Dayane Lima conta que o sogro, José Carlos Martins, estava com a vacinação agendada para está quinta no posto volante da Rua Aécio Neves e se indigna com a falta de divulgação sobre o assunto.

"Também já contatei por e-mail e telefone a Secretaria de Saúde Estadual para obter maiores informações acerca da distribuição das doses, mas ainda não obtive um retorno", diz. 

Ainda para Daiane, a situação deixou a família triste pois a vacina tem sido sinônimo de esperança para muitas pessoas.

"Completamente desesperançosos e decepcionados. Criou-se essa expectativa do meu sogro ser vacinado hoje e infelizmente não há vacina para ele. Preocupa mais ainda saber que a imunização para todos é praticamente uma utopia, considerando o cenário atual. Todo mundo está cansado desse pesadelo e a vacina é uma esperança de dias melhores", diz. 

Já a munícipe Mônica Maria Genicolo Jordão conta que só recebeu a informação ao chegar com os pais no local da vacinação. "Chegamos para o momento tão esperado e simplesmente não há vacinas para eles. Absurdo isso", desabafa a comerciante.

Em nota, a Prefeitura de Itanhaém informa que tem doses apenas para os agendamentos para a aplicação da segunda dose. A vacinação está interrompida e aguarda remessa de novas doses.

O agendamento para a imunização dos idosos do município acontece por meio de agendamento pelo telefone da Secretaria de Saúde no (13)3421-4413. A imunização dos idosos acontece no Posto Volante da Vacinação, que está localizado na Rua Aécio Menucci, 281, no Centro.

Até o dia 8 de abril, foram vacinadas 14.080 pessoas com a primeira dose e 4.688 com a segunda. No total são 18.769 doses aplicadas das vacinas CoronaVac e AstraZeneca no município.

Estado

Procurada pela Reportagem de A Tribuna, a Secretaria de Saúde do Estado  informou que a disponibilidade de mais vacinas pelo Ministério da Saúde é fundamental para que a campanha possa prosseguir. O Estado aguarda inclusive remessas da vacina da Fiocruz, necessárias para ampliação de públicos, inclusive.

O Plano Estadual de Imunização (PEI) contra covid-19 é realizado com total segurança para que a população se vacine em tempo oportuno, garantindo doses para esquema vacinal completo.

O próprio Instituto Butantan já informou que há perspectiva de nova remessa de  IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) para continuidade do fornecimento da vacina. Portanto, não se vislumbra nenhum impacto na imunização das pessoas.

Doses na Baixada

Desde o início da campanha de vacinação contra COVID-19, a Secretaria de Estado da Saúde destinou 355,4 mil doses aos municípios da Baixada Santista. Conforme dados extraídos nesta quinta (8) da plataforma VaciVida e cadastrados pelos próprios municípios, foram aplicadas 317,1 mil doses. Os dados sugerem que mais de 38,7 mil doses ainda estariam disponíveis na região. Os dados de doses enviadas e aplicadas por cada cidade estão publicados com total transparência pelo Governo de SP e podem ser acessados no link.

Tudo sobre: