EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

19 de Maio de 2019

Prefeitura de Itanhaém cobra multa por manutenção da linha férrea

Débitos da empresa Rumo Malha Paulista ultrapassam R$ 600 mil

A Prefeitura de Itanhaém cobra a limpeza da linha férrea na cidade desde novembro do ano passado. A concessionária Rumo Malha Paulista é responsável pela conservação e manutenção de uma área de 13 metros de cada lado da linha. A Administração Municipal encaminhou novo ofício à 1ª Vara Judicial da Comarca de Itanhaém para que a empresa regularize a situação e pague a multa acima de R$ 600 mil.

No ano passado, a Justiça determinou a aplicação de uma multa diária no valor de R$ 5 mil pelo não cumprimento dos serviços. De acordo com a Prefeitura de Itanhaém, a empresa é obrigada a apresentar um cronograma de trabalho, mantendo serviços como roçada e conservação permanentes do local.

Uma reunião entre a prefeitura e a concessionária Rumo Malha Paulista foi agendada para o dia 8 de abril. O encontro será realizado no Fórum de Itanhaém para discussão de propostas para acerto das demandas decorrentes da população.

Linha

A malha-ferroviária é conhecida como Santos-Jundiái, antiga Estrada de Ferro Sorocabana, responsável por ligar a Baixada Santista ao Vale do Ribeira (Santos-Cajati). Há estudos para que a linha volte a operar com o transporte de passageiros ou linha turística.