EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

19 de Julho de 2019

Peruíbe está em estado de emergência após receber maior volume de chuva de todos os tempos

Cidade conta com cerca de 400 desabrigados; deslizamento na Serra do Guaraú mantém estrada interditada

O prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício (PSDB) decretou estado de emergência após, de acordo com a Defesa Civil, o município receber o maior volume de chuva de todos os tempos nos últimos três dias. Aproximadamente 400 pessoas estão desabrigadas.

A administração municipal informou que dois abrigos estão recebendo atendimento: na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Alvaro Pereira Gaspar Filho, no Caraguava, e o outro na EMEF Professora Delcélia Joselita Machado Bezerra, na Vila Romar. 

A prefeitura pede por doações, principalmente de alimentos, colchões e cobertores, que podem ser realizadas nos locais de atendimento, no Fundo Social de Solidariedade (Avenida São João, 664, no Centro), ou na unidade da Legião da Boa Vontade - LBV (Av. Conselheiro Nébias, 398 - Bairro Encruzilhada) em Santos. 

Na madrugada deste sábado (18), por volta das 5h, ocorreu um deslizamento na Serra do Guaraú. Três pedras, uma delas pesando 15 toneladas, caíram, provocando deslizamento de terra, árvores e afetando os postes elétricos que levam energia ao bairro Guaraú. Uma equipe da Elektro, empresa responsável pela energia elétrica, precisou cortar a luz.

Em decorrência do deslizamento, a prefeitura informa que a estrada está interditada e ainda oferece riscos de novos deslizamentos. Não há informações de possíveis feridos.

A Defesa Civil do município e do estado monitoram a área com seus técnicos. Os trabalhos de desobstrução da estrada iniciaram no domingo (19) e contam com o apoio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Até que não haja mais riscos de deslizamentos, a estrada continuará interditada.

A comunidade fez uma passarela de acesso no local, que será utilizada de forma monitorada pela Defesa Civil. Os moradores que residem na encosta estão sendo notificados pela Defesa Civil para desocupar o local.

O fornecimento de energia elétrica e abastecimento de água já foram normalizados. Em caso de emergência, a Defesa Civil está à disposição pelos telefones 153 e (13) 3455-2232.