EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

17 de Outubro de 2019

Moradores reclamam de falta de manutenção no Cibratel II, em Itanhaém: 'Bairro está abandonado'

Mato alto, buracos e falta de esgoto são algumas das reclamações

A necessidade de reparos no bairro Cibratel II, em Itanhaém, tem tirado a paciência e causado inúmeros transtornos aos moradores. Em conversa com A Tribuna On-line, um dos munícipes, a costureira Dulcileide Fernandes, de 59 anos, revela que o bairro está abandonado.

“Falta esgoto, as vias estão cobertas de mato, e existem muitos buracos nas ruas, a ponto de não conseguirmos passar com o carro”, reclama.

Mas os problemas não param por aí, a costureira afirma que quando chove, a água volta pelo ralo e entra nas residências. “A Prefeitura só escuta, dá protocolos e mais protocolos, porém não passa nem uma máquina nas ruas. Só no Centro fazem alguma coisa”, comentou.

Uma das consequências do mato alto é a falta de segurança, pois serve de esconderijo e facilita a fuga de criminosos. “O rio que seria para receber as águas das chuvas está entupido de mato também. Nós moradores temos que tirar dinheiro do próprio bolso para comprar canos e não ficarmos com água podre dentro de casa quando chove”, relatou.

Em nota, a Prefeitura de Itanhaém não deu previsão, mas informou que a realização do serviço nesta região já foi incluída na programação da Regional responsável pela localidade. E afirmou que todo o Cibratel será atendido.

Tudo sobre: