EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

16 de Junho de 2019

Morador reclama de falta de zeladoria no Jardim São João, em Peruíbe

Entre as críticas, estão o mato alto no entorno do canal da Avenida dos Expedicionários e o aspecto de abandono no Centro de Artes Marciais Deputado Emílio Justo

Mato alto e aspecto de abandono. É desta forma que o instrutor de academia Júnior Santos classifica diversos pontos do Jardim São João, em Peruíbe. Ele acusa a prefeitura de descaso com o bairro e cobra melhorias para a região.

"O Centro de Artes Marciais está abandonado. Um matagal está tomando conta. A cidade está abandonada. As pessoas jogam lixo na rua e não tem recolhimento", disse.

Uma das laterais do Centro de Artes Marciais também está com vegetação alta (Foto: Arquivo pessoal)

Outro ponto criticado por Santos é o entorno do canal da Avenida dos Expedicionários, também tomado pelo mato alto.

"O magatal está tomando conta da Avenida dos Expedicionários. A cidade está abandonada, e o prefeito não olha para isso. Aqui, um bandido pode abordar uma mulher, uma criança, é ninguém vai ver. É um descaso", comentou.

Questionada sobre os problemas envolvendo a zeladoria no Jardim São João, a Prefeitura de Peruíbe respondeu que as equipes de roçada estão, neste momento, nas 38 escolas municipais, pois as aulas começam na próxima semana. Em seguida, os próprios municipais também serão roçados. A estimativa é que, nos próximos 30 dias, o serviço esteja concluído.

Problema na Avenida dos Expedicionários também foi relatado pelo morador (Foto: Arquivo pessoal)