EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

16 de Novembro de 2019

Audiência pública sobre concessão do lote de rodovias é interrompida após tumulto em Itanhaém

Munícipes presentes no evento protestaram contra a implantação de pedágios anunciados em projeto pela Artesp

Uma audiência pública sobre a concessão do lote de rodovias do Litoral Paulista que seria realizada nesta quarta-feira (23) pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), em Itanhaém, foi interrompida após um tumulto. Manifestantes que estavam no local protestaram contra a implantação de pedágios anunciados em projeto pela concessionária.  

O encontro estava marcado para começar às 10h, na Câmara Municipal de Itanhaém. Depois de meia hora de atraso, um representante da Artesp tentou começar a falar, porém, o barulho dos manifestantes era mais alto. Depois de 5 minutos, o presidente da Câmara Municipal de Itanhaém, Hugo Di Lallo, decidiu interromper o encontro, alegando que ninguém estava conseguindo ouvir o que estava sendo apresentado.  

A licitação proposta abrange 240 quilômetros de rodovias, incluindo trechos da Mogi-Bertioga (SP 098), da Pedro Eroles (SP 088) e da Padre Manoel da Nóbrega (SP 055). Segundo a concessionária, as rodovias do Lote Litoral Paulista devem receber duplicações, marginais, novos acessos, passarelas e ciclovias, dentre outras intervenções. 

Esta seria a segunda audiência pública do projeto. A primeira ocorreu em Mogi das Cruzes, na segunda-feira (21). Uma terceira será realizada em Bertioga nesta quinta-feira (24), e a última em São Paulo, na sexta-feira (25). 

Nos encontros estão sendo apresentados os detalhes das obras que estão sendo propostas nesse pacote e condições de participação para os licitantes. A malha abrange trechos de rodovias que atendem 13 municípios: Arujá, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Biritiba-Mirim, Bertioga, Santos, Praia Grande, Monguaguá, Itanhaém, Peruíbe, Pedro de Toledo, Itariri e Miracatu. 

Em nota, a Artesp informou que lamenta a forma como a audiência pública realizada nesta quarta-feira, em Itanhaém, foi interrompida, em face do comportamento hostil de alguns dos presentes. No entanto, todas as contribuições enviadas por escrito pelos representantes da sociedade civil foram recebidas, conforme o rito previsto, e serão analisadas e levadas em conta pelos técnicos da agência na elaboração final da concessão. 

A concessionária informa ainda que a audiência marcada para esta quinta-feira (24), em Bertioga, está mantida. 

Tudo sobre: