EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

20 de Junho de 2019

Alagamentos forçam Peruíbe a suspender aulas na rede municipal de ensino

Segundo a Administração Municipal, cidade registra pontos de alagamento devido ao pouco escoamento das águas, por causa da baixa vazão dos canais e do Rio Preto

A Prefeitura de Peruíbe decidiu suspender as aulas em toda a rede municipal de ensino nesta quarta-feira (10). Segundo a Administração Municipal, o motivo é o pouco escoamento das águas, por causa da baixa vazão dos canais e do Rio Preto. Com isso, a tendência é a de que ainda tenham lugares com acúmulo de água durante um tempo no município.

Em nota, a Prefeitura ainda informou que as aulas serão devidamente repostas posteriormente.  

Peruíbe registra o maior volume de chuva em poucos dias desde que existem levantamentos pluviométricos. De acordo com dados apurados desde 1963 pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), a média histórica até hoje é de 192,65 milímetros para os 30 dias do mês de abril.

Até às 18 horas da última terça-feira (9), em pouco mais de três dias, choveu em média mais de 300 milímetros em alguns pontos da cidade. De acordo com a Administração Municipal, esse é o maior volume registrado ao longo dos anos em tão pouco tempo.

A situação provocou alagamentos em vários bairros da cidade. Um dos mais afetados foram o Centro, o Jardim Veneza e o Parque do Trevo. A situação é agravada pela maré elevada, o que impede o escoamento das águas pelos canais ao Rio Preto e dele ao mar.

As equipes da Defesa Civil foram mobilizadas e prestam atendimento às pessoas atingidas pelas chuvas. Os desabrigados são acolhidos no Núcleo de Ações Educativas e Sociais (NAES), no Caraguava, local onde recebem atendimento com roupas e alimentos. Segundo a Administração Municipal, 110 pessoas estão fora de suas casas por causa dos alagamentos.

O Fundo Social de Solidariedade recebe doações de colchões, roupas de cama, roupas de banho, cobertores, fraldas descartáveis de tamanhos M e G e alimentos não perecíveis. O endereço é Avenida São João, 664, no Centro. As doações durante a noite podem ser feitas na Guarda Municipal, na Rua Rio de Janeiro, 310, no Stella Maris.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones da Defesa Social, nos números (13) 3555-2232 e (13) 3453-3448.