EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

25 de Junho de 2019

Mãe de vítima de acidente em Campos sofre com morte: 'Acabou com nossos sonhos'

No enterro de Jackeline Rodrigues Fernandes, de 26 anos, Rosângela Rodrigues de Lima relembrou a relação com a filha. Irmão também lamenta perda

Uma das dez vítimas fatais do trágico acidente envolvendo cinco carros e um ônibus de turismo, que tombou na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiros (SP-23), em Campos do Jordão, na noite de domingo (9), era Jackeline Rodrigues Fernandes, de 26 anos. Durante seu velório, que está sendo realizado nesta terça-feira (11), no Cemitério Municipal de Cubatão, sua mãe, Rosângela Rodrigues de Lima, falou sobre a morte da filha.

"Por que ela foi para esse passeio? Estou desesperada, eu não sei o que faço da minha vida. Minha filha era uma pessoa cheia de vida, cheia de saúde. Fiquei sabendo que o ônibus estava na contramão e em alta velocidade naquelas curvas. Acredito que ela estava sem cinto, porque afetou mais a cabeça dela. Uma menina de 26 anos com um futuro inteiro pela frente e morreu tragicamente nesse acidente. Estou inconformada, inconformada", disse Rosângela à Tribuna On-Line.

Jackeline viajava com o marido, Weslley Silva Rodrigues, também de 26 anos, que se feriu e segue internado no Pronto Socorro de Campos do Jordão, onde passará por uma cirurgia para corrigir uma fratura no braço. Ele ainda lesionou o pescoço.

"Minha filha estava feliz com casamento, foi viajar com o esposo. Ela não teve chances. Eu pergunto: por que minha filha? Por quê? Ela queria comemorar o Dia dos Namorados junto com o primeiro aniversário de casamento. Ela estava muito feliz e esse acidente acabou com todos os sonhos dela e com os meus também", desabafou a mãe da vítima.

Mãe de duas meninas, Jackeline deixa Gabriela, de seis anos, e Isabeli, de apenas 11 meses. Além disso, ela mantinha uma boa relação com a mãe, de amizade, como descrito por Rosângela. "Eu queria a minha filha de volta. Estou desesperada. Éramos mãe, filha e amigas", afirmou.

Irmão também lamenta perda

O irmão da vítima, Celso Fernandes Sobrinho, lamenta profundamente a morte da irmã: “Parece que eu levei um tiro no peito, é como se o que fosse ser enterrado não fosse o corpo dela, e sim a minha alma”.

Celso ainda diz que a perda da irmã será difícil de superar. “Vai ser muito difícil acordar e não ver ela sentadinha no computador ajudando o meu pai. É uma pessoa que vai ficar nos nossos corações para sempre”, completa.

Acidente

Um grave acidente envolvendo um ônibus de excursão e cinco carros deixou 10 pessoas mortas e 51 feridas na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiros (SP-23), em Campos do Jordão, região do Vale do Paraíba, na noite deste domingo (9). O ônibus, que era de Praia Grande, capotou e atingiu os outros veículos.  

As vítimas fatais foram oito adultos e duas crianças. Os passageiros do coletivo eram de Praia Grande, São Vicente, Santos e Cubatão. O capotamento aconteceu no trecho de serra, na altura do km 31,6, logo após o trevo de Santo Antônio do Pinhal. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 21h30 para socorrer as vítimas. A Rodovia chegou a ser totalmente interditada, mas foi liberada por volta das 6h desta segunda (10).

Auxílio da Prefeitura de Cubatão

O prefeito de Cubatão, Ademário Oliveira (PSDB), publicou nota em que classificou a notícia do acidente como  "dolorosa e horrível". "Tomarei todas as medidas que estiverem ao meu alcance para minimizar o sofrimento de nossas famílias. Determinarei também luto oficial em respeito à dor que todos sentimos neste momento", disse o chefe do Executivo cubatense.

Em nota, a Prefeitura de Cubatão informou que foi decretado luto oficial de três dias e instalou um gabinete de emergência para dar apoio aos familiares das pessoas envolvidas no acidente com um ônibus de turismo em Campos do Jordão. O prefeito Ademário Oliveira já está a caminho das cidades em que os feridos estão sendo atendidos, acompanhado por funcionários de diversas Secretarias da Prefeitura. 

Todos que necessitarem de informações podem ligar para os telefone da Secretaria de Assistência Social: 3361-89363361-87573372-1162 e 98812-3680. A Secretaria, que fica na Praça Nivaldo Vicente dos Santos, 41 - próximo à Praça Portugal, também está atendendo presencialmente as pessoas sobre esse assunto.

LEIA MAIS
>>> Vítimas de acidente de ônibus serão enterradas nesta terça em São Vicente e Cubatão
>>> Artesp diz que ônibus de acidente estava regularizado
>>> Dez pessoas morrem em capotamento de ônibus de Praia Grande no interior de SP