EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Maio de 2019

Jardim Nova República e Jardim Real, em Cubatão, serão alvos do programa Invasão Zero

Objetivo é a liberação de áreas de preservação ambiental ocupadas de maneira irregular, principalmente por estabelecimentos comerciais

A Prefeitura de Cubatão começa em fevereiro uma intervenção nos bairros Jardim Nova República e Jardim Real, com o objetivo de liberar áreas de preservação ambiental invadidas, principalmente por estabelecimentos comerciais, como oficinas mecânicas e de desmanche, garagens e depósitos de sucata (ferros-velhos). A ação será realizada por intermédio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania.

As operações têm duração prevista de três dias, e os detalhes foram tema de um debate realizado na manhã da última quarta-feira (30), no Paço Municipal de Cubatão. A reunião foi coordenada pelo secretário Jefferson Cansou e contou com a participação de técnicos da administração municipal e representantes da Ecovias e Polícia Federal.

As operações, que serão realizadas a partir de 12 de fevereiro, atingirão a parte inicial do Bolsão 8 e o Bolsão 9, compreendendo o 'cinturão verde', formado por áreas contornadas pelos acessos à Rodovia dos Imigrantes. A intervenção atende às decisões de diversos processos administrativos, de 2015 e 2017, em fase conclusiva.

O programa Invasão Zero foi criado em 2017, de acordo com recomendações do Ministério Público, com o objetivo de evitar a proliferação de moradias e estabelecimentos comerciais irregulares, que degradam áreas destinadas à preservação. Esse tipo de ocupação também impede a realização de projetos habitacionais, ambientais e urbanísticos.