EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

22 de Setembro de 2019

Campanha de vacinação contra febre amarela começa nesta segunda-feira

Objetivo é aumentar a cobertura vacinal em todo o território até o mês de julho

A Secretaria de Estado da Saúde realiza a partir desta segunda-feira (10), a campanha de vacinação contra febre amarela em todo o território paulista. A estratégia organizada pela pasta visa aumentar da cobertura vacinal do estado, que atualmente é de 71,6%. O 'Dia D' da campanha será em 29 de junho, quando os postos funcionarão das 8h às 17h.

“A imunização é a principal forma de proteger a população contra a febre amarela. Por isso, é imprescindível que todas as pessoas ainda não imunizadas aproveitem essa campanha e tomem a vacina”, alerta a diretora de Imunização da Secretaria, Helena Sato.

Portadores de HIV positivo, pacientes com tratamento quimioterápico concluído e transplantados devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina. Não há indicação de imunização para grávidas, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticóides em doses elevadas (como por exemplo Lúpus e Artrite Reumatoide).

Entre 2017 e 2018, mais de 21 milhões de pessoas foram vacinadas contra febre amarela em SP, número três vezes maior que o total de doses aplicadas na década anterior – 7 milhões de pessoas foram imunizadas entre 2006 e 2016.

Até o início de junho, 66 casos autóctones de febre amarela silvestre foram confirmados no Estado. Doze evoluíram para óbitos. Do total de casos, 94% têm como local provável de infecção (LPI) municípios do Vale do Ribeira. Um caso foi registrado na região de Campinas, no município de Serra Negra e outros três casos na região de Sorocaba, nos municípios de Ribeira, Apiaí e Ribeirão Branco.