Munícipes afirmam que não conseguem marcar exames e consultas na Ponta da Praia, em Santos

As moradoras tentaram marcar um retorno com a ginecologista na policlínica da Ponta da Praia e foram informadas de que a agenda só estaria disponível no ano que vem

Durante o mês de outubro, em que é feita a campanha mundial de conscientização para prevenir o câncer de mama, duas moradoras do bairro Ponta da Praia, em Santos, têm enfrentado dificuldades para marcar as consultas e exames ginecológicos. Elas reclamam da demora e da falta de informações sobre o atendimento. 

Luciene Costal Farias conta que foi até a policlínica da Ponta da Praia para marcar um exame papanicolau, mas foi informada de que teria que esperar, com a possibilidade de realizá-lo apenas no ano que vem. Também não passaram uma previsão para agendar a consulta de retorno.

Luciana Buttner também enfrentou problemas para marcar um retorno com o ginecologista na policlínica da Ponta da Praia. Ela teme que os exames percam a validade antes de conseguir o retorno. “A atendente me informou que tinha agenda só para o ano que vem. Ou seja, é realizado um exame de alto custo e você “morre” com o exame em mãos. Pois quando for possível marcar uma consulta este exame não será mais válido”, desabafa.

A moradora conta, ainda, que no começo do mês enfrentou dificuldades para agendar a mamografia pelo telefone da Ouvidoria Municipal e se indigna com a dificuldade para obter informações corretas sobre a marcação de consultas.

O que diz a Prefeitura

A Secretaria de Saúde de Santos informa que as consultas e procedimentos eletivos (agendados, não urgentes) voltaram a ser realizados na rede municipal a partir de 15 de junho, gradativamente, respeitando as medidas preventivas contra a covid-19. As consultas com ginecologistas na rede de Atenção Básica (policlínicas) são marcadas presencialmente, com tempo médio de espera de até 30 dias.

No caso da Policlínica da Ponta da Praia, uma das duas ginecologistas da unidade se aposentou e a Secretaria de Saúde busca sua reposição. Para diminuir o tempo de espera, a partir deste mês haverá atendimento de ginecologista aos sábados na Policlínica da Aparecida, voltado para pacientes agendadas desta unidade e também da Ponta da Praia. Em breve, as pacientes das unidades serão informadas das datas das consultas.

Todos os casos urgentes têm atendimento priorizado e as pacientes que necessitam de exames ginecológicos passam por consulta com enfermeira, que realiza a coleta do preventivo e agenda a mamografia, seguindo o que é preconizado pelo Ministério da Saúde.

O Município intensificou os agendamentos e a realização dos exames neste mês do Outubro Rosa, com a promoção de um Dia D em 30 policlínicas no último sábado (17). Um total de 1.235 exames de Papanicolau foram agendados e realizados somente nesta data.

Tudo sobre: