EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

21 de Novembro de 2018

Homem discute por causa de peças automotivas e atira em vendedor, em Santos

Crime aconteceu na última segunda-feira; acusado atirou quatro vezes na vítima

Um homem identificado por enquanto apenas por Marcelo, morador no Macuco, é acusado de tentar matar a tiros o vendedor César Henrique da Silva Raposo, de 50 anos. O crime ocorreu às 20h40 de segunda-feira (5), na Vila Nova, em Santos. 

Baleada na região genital e na perna esquerda, a vítima está hospitalizada. O acusado disparou quatro vezes na direção do vendedor e fugiu em uma moto Honda CB600F Hornet, conforme relatou uma testemunha ocular da tentativa de homicídio. Segundo ela, os tiros só atingiram César Henrique abaixo da linha da cintura porque a vítima se jogou no chão ao pressentir o atentado.

Acionados pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) para comparecer à Rua Sete de Setembro, onde alguém teria sido baleado, dois policiais já se depararam com o vendedor recebendo os primeiros socorros de uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. Momentos depois, na Santa Casa de Santos, os PMs puderam conversar com a vítima.

César Henrique declarou que, 20 minutos antes da tentativa de homicídio, discutiu por telefone com Marcelo. Segundo a vítima, o desentendimento decorreu do fato de ela ter ficado com peças automotivas do acusado para vendê-las. Porém, não chegou a negociá-las nem as devolveu, porque elas foram roubadas.

O vendedor acrescentou que, em data recente, já havia sido ameaçado de morte por Marcelo. O acusado fugiu logo após atirar na vítima e o seu atual paradeiro é ignorado pela polícia. O delegado Otávio Augusto C. R. Carvalho, da Central de Polícia Judiciária (CPJ), registrou o caso, mas ele é investigado pelos policiais do 4º DP.


Crime aconteceu na Rua Sete de Setembro, no bairro Vila Nova, em Santos (Foto: Reprodução)