Após pole, Raikkonen vê 'metade do trabalho feito' e almeja vitória em Monza

Piloto da Ferrari largou na frente para obter a vitória do GP da Itália; Vettel ficou em segundo

01/09/2018 - 15:39 - Atualizado em 01/09/2018 - 15:45

Finlandês de 38 anos cravou 1min19s119
(Foto: Getty Images/Mark Thompson)

Dono da pole position do GP da Itália ao cravar a melhor volta já com o cronômetro zerado no treino classificatório no Circuito de Monza, neste sábado, o finlandês Kimi Raikkonen celebrou o resultado. Mesmo com um discurso cauteloso, o piloto da Ferrari disse que sonha com a vitória em casa, diante da torcida italiana, no domingo.

"Isso (a pole) é muito bom para amanhã, mas só foi metade do trabalho feito até agora", disse Raikkonen logo após sair do carro, ainda na reta principal do circuito italiano. Foi a primeira pole do finlandês desde o GP de Mônaco, no ano passado

O experiente finlandês de 38 anos foi rápido na reta final do Q3 e cravou o novo recorde do tradicional circuito, ao marcar 1min19s119, ficando à frente de seu companheiro de equipe e vice-líder do campeonato, Sebastian Vettel, e do atual líder da temporada, Lewis Hamilton. 

"A corrida é em casa, diante de nossos torcedores, então espero que tudo dê certo amanhã e eu termine a corrida em primeiro. Muito bom fazer uma pole position na nossa corrida de casa", comemorou o piloto, que registrou a volta mais veloz da história da Fórmula 1, com média de 264,587 km/h.

VETTEL INSATISFEITO

O alemão Sebastian Vettel demonstrou insatisfação com a segunda posição conquistada no treino classificatório deste sábado. Apesar de largar à frente de seu principal concorrente na disputa pelo título, Lewis Hamilton, Vettel considerou que o resultado poderia ter sido melhor.

"Para ser honesto, não foi uma volta perfeita. Acho que as outras voltas foram melhores", disse o piloto, que era favorito à pole. "Eu perdi muito tempo em todas as áreas", avaliou.

O atual vice-líder do campeonato, com 214 pontos, 17 atrás do líder Hamilton, não só lamentou o segundo lugar. Ele disse estar feliz pelo companheiro de Ferrari largar em primeiro e viu o resultado como merecido.

"Acho que o Kimi foi um pouco mais rápido no final do treino", disse. Minha volta não foi muito boa, mas é bom ter os dois carros (da Ferrari) na primeira fila", concluiu Vettel.

A largada da corrida no Circuito de Monza está marcada para este domingo, às 10h10 (horário de Brasília).

LEIA MAIS

<