Saiba identificar os sinais de que as pastilhas de freio precisam ser checadas

Elas são responsáveis pela diminuição da velocidade do veículo ao frenar, por isso são importantes itens de segurança

13/12/2017 - 11:53 - Atualizado em 13/12/2017 - 11:53

Pastilhas dão segurança. (Foto: Irandy Ribas/AT

Segurança é um dos pontos primordiais na condução de qualquer veículo. Uma questão que passa diretamente pela manutenção de todos os equipamentos. Entre eles estão as pastilhas de freio.

Conhecer o próprio veículo é essencial para garantir a sua segurança. Por isso, fique atento aos sinais de que algo pode estar errado, como ruídos indevidos, aspecto das peças e sensações diferentes ao dirigir. É dessa forma que é possível reconhecer o desgaste das pastilhas de freio, explica o gerente dos Centros Automotivos Porto Seguro, Marcos Iombriller.

Responsáveis pela diminuição da velocidade do carro, as pastilhas de freio não possuem uma periodicidade determinada para troca, mas, ao realizar a revisão, é importante garantir que estejam em perfeito estado. É possível perceber o desgaste por meio de alguns indícios - pisar no freio e quase sentir o assoalho, por exemplo.

Há também diferenças no tempo de uso das pastilhas entre os motoristas que utilizam muito o carro em engarrafamentos e cruzando com semáforos, pois nesses casos elas tendem a ter um desgaste mais rápido. Outro ponto importante é que, dependendo do modelo do carro, as pastilhas podem estar presentes nos quatro pneus ou em apenas dois.

É necessário também observar o desempenho do carro após a troca das pastilhas, ressalta Iombriller. “Nos primeiros 300 km o motorista deve ficar atento ao pisar no pedal do freio, porque ele vai se apresentar elástico, como se estivesse em uma espuma”. 

Entender os sinais do veículo e realizar as revisões em dia são as melhores formas do condutor conhecer melhor seu automóvel e zelar por sua segurança.

Maneira de condução

Mas cada caso é um caso. “Tudo depende da maneira como o motorista utiliza o freio”, revela Hilkias Aias Cardoso Teixeira, da Oficina Frota Ventro (3223-2969). Ele diz que é importante haver uma verificação das pastilhas a cada 10 mil km rodados, o que nem sempre implica na necessidade da troca. “Quem anda só no plano gasta menos, mas quem desce a Serra com frequência tem um desgaste maior. O importante é verificar”.

Ou seja, se sentir algo como um arranho ou o freio mais baixo, baixe na oficina o quanto antes. “Se esse problema não for resolvido logo, os discos podem ser afetados e a segurança está em risco”.

Desgaste depende também dos trajetos e modos de condução do veículo (foto: Irandy Ribas/AT

Veja Mais