Campanha visa levar jovens ao urologista

Batizada de #VemProUro, ação busca incentivar maior adesão do público às consultas

21/09/2018 - 07:33 - Atualizado em 21/09/2018 - 18:35

A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) realiza neste mês campanha de orientação com foco em saúde do adolescente masculino. Batizada de #VemProUro, a ação tem por objetivo aconselhar os pais a levar os jovens de 15 a 19 anos de idade a médicos especialistas. Também sensibilizar esse público das doenças mais comuns nesse período.

A iniciativa será lançada hoje, quando se celebra o Dia Nacional do Adolescente. De acordo com estimativas do IBGE, o Brasil tem cerca de 8,4 milhões de adolescentes nessa faixa-etária. Acredita-se que apenas uma pequena fração desse contingente tem por hábito visitas regulares ao urologista.

Segundo o médico santista e diretor da SBU de São Paulo, André Tomé, diferente das meninas, que criam na adolescência o hábito de ir ao ginecologista, os meninos da mesma faixa etária não buscam orientação médica. “Ainda existe um tabu sobre o tema, muitos homens procuram o profissional quando a doença é aparente”.

Riscos

Tomé destaca a necessidade de orientar sobre os riscos de patologias, pois problemas que acometem os adolescentes podem causar transtornos no futuro, como a infertilidade. “A maioria nos consultórios de médicos urologista é pessoas com mais idade. Jovens, são raros”.

Para o médico, a ida ao urologista desde a adolescência ajuda a tirar dúvidas sobre sexualidade. E também evita doenças, como a varicocele, uma dilatação dos vasos do testículo que pode levar à redução da produção de espermatozoides. Caso o problema seja identificado na adolescência, pode ser tratado com sucesso.

Entre as doenças, o especialista destaca o tumor no testículo. Essa é a forma de câncer mais comum e agressiva entre homens de 20 a 40 anos. O principal sintoma é o aumento da bolsa escrotal ou uma espécie de caroço nessa parte do corpo. Tomé alerta também para a inflamação da glande (balanopostite) e problemas decorrentes de ejaculação precoce.

Sobre a Campanha

É dividida em duas fases. A primeira para mostrar a importância de o homem ir ao médico desde a adolescência. 

A segunda prevê que o adolescente tenha mais espaço na formação dos urologistas. A SBU desenvolveu um site com esclarecimentos sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), drogas, prevenção à gravidez, ejaculação precoce, puberdade e outros temas. Mais no site do Portal Urologia. 

Veja Mais