Prefeitura de São Vicente cancela seleção de funcionários para escolas

Processo seletivo contrataria 450 funcionários para as 60 unidades de ensino municipais

23/11/2017 - 21:36 - Atualizado em 23/11/2017 - 22:00

Secretário de Governo conta que cancelamento
foi decidido na quarta (Foto: Alberto Marques/AT)

A Prefeitura de São Vicente cancelou o processo seletivo para contratação de 450 funcionários para as 60 escolas municipais. Os profissionais atuariam pelo Programa Jornada Ampliada (Projam). Outra seleção será realizada em breve.

Quem disputou o processo anterior poderá participar do novo certame com inscrição gratuita. Quem não quiser mais participar terá o direito de receber o que pagou na inscrição anterior. Além disso, a seleção receberá novas inscrições.

Nos próximos dias, a União Pela Beneficência Comunitária e Saúde (Unisau), organização social (OS) que venceu a licitação para executar o Projam, deve publicar o edital convocando interessados em participar do novo processo seletivo.

Cancelamento

O certame anterior foi cancelado após participantes contestarem o edital, publicado no fim de agosto, e que convocava para a seleção. Segundo as contestações, a chamada não deixava claro qual critério seria adotado para a pontuação no quesito experiência profissional. 

Segundo o secretário de Governo, Jefferson Teixeira, o cancelamento do processo anterior foi definido na quarta-feira, em reunião entre representantes da Prefeitura, da Unisau e do Ministério Público do Estado (MP-SP), que recebeu reclamações dos candidatos contestando o edital.

“Diante dos questionamentos apresentados por esses candidatos, a Prefeitura pediu esclarecimento à Unisau, e, na quarta-feira, procurou o Ministério Público, para debater o assunto”, explicou o secretário.

No encontro, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), a fim de assegurar a lisura do processo seletivo. Um dos itens inseridos no documento foi o cancelamento do processo seletivo que já estava em andamento. 

“Ficou acertado que a empresa (Unisau) iniciará novo processo seletivo, com regras mais detalhadas. Principalmente no que tange a experiência exigida dos candidatos, entrevista e apresentação de currículos”, confirmou Jefferson.

Reclamações

Uma candidata, que havia participado do processo anterior e pediu para não ser identificada, explicou que o resultado final do processo seletivo não deixava claro o critério para as aprovações. “Participei e, pelo que entendi, tive resultado positivo. Mas, apesar disso, não seria chamada. Realmente, surgiram dúvidas”, disse.

Outra candidata, também sob condição de anonimato, confirmou a situação. “Fiz tudo o que foi pedido e obtive bons resultados pelo que percebi. Mas não seria chamada. Então, qual o critério adotado?”, questionou a participante.

Por meio de nota, a Unisau comunicou a anulação e a abertura de novo processo seletivo. A decisão foi tomada, conforme o documento, “considerando a intenção de nossa entidade de assegurar plenas condições de participação a todos os interessados no presente processo seletivo” e “as dúvidas e os questionamentos de candidatos, surgidos especialmente, mas não se limitando, à atribuição de pontuações e pesos para cômputo da nota final e à publicidade de atos deste procedimento”.

Veja Mais