Em SV, ruas ficam alagadas e moradores de conjunto habitacional reclamam

Vila Fátima, Jóquei Clube, Cidade Náutica, Jardim Guassu e Catiapoã estão entre as regiões prejudicadas

15/04/2018 - 18:23 - Atualizado em 15/04/2018 - 22:44

Água entrou nos apartamentos do piso térreo
(Foto: Leandro Ribeiro/enviado via WhatsApp)

Várias ruas em bairros de São Vicente ficaram debaixo d'água em função da forte chuva que caiu sobre a região desde a noite de sábado (14). De acordo com a Prefeitura, ruas de bairros cortados pela Linha Azul, como Jóquei Clube, Vila Fátima, Cidade Náutica, Jardim Guassu, Catiapoã e Parque São Vicente registraram alagamentos. 

Por volta das 15 horas, o volume de chuva acumulado era de 150,4 mm em relação às últimas 72 horas. O acumulado no mês até agora é 165,4 mm. Além dos alagamentos, houve queda de árvore na Praça 22 de Janeiro, na Biquinha. Também há registro de alagamento na Vila Margarida. 

Na Praça 22 de Janeiro, na Biquinha, houve queda de árvore.


Quem está sofrendo os transtornos da chuva é a família de Marta de Oliveira Rodrigues, de 53 anos, que mora desde outubro de 2017 em um dos apartamentos do Conjunto Primavera, no Jóquei Clube. Os prédios, assim como o Conjunto Penedo, ficam em uma das regiões mais atingidas pela chuva. 

Segundo ela, a moradia, que fica no piso térreo, foi atingida pela água pela primeira vez desde que moram no local.

''Estou em cima das coisas aqui, para não me molhar. Só quando a água baixar é que poderemos saber o que foi prejudicado. Morávamos no Dique do Meio e não enchia assim, isso é um absurdo'', desabafa a moradora, que é casada com Leandro Ribeiro, de 46 anos,  e mora com os netos, de 7 e 9.

Marta afirma que os outros apartamentos do térreo foram atingidos também e há várias famílias desesperadas. ''Tem gente em situação pior'', garante.

Árvore caiu na Praça 22 de Janeiro, localizada na Biquinha (Foto: Divulgação)

Veja Mais