Abertura da 22ª edição do Jori é marcada por animação em São Vicente

O ginásio do Clube de Regatas Tumiaru ficou lotado nesta quarta-feira

07/03/2018 - 20:03 - Atualizado em 07/03/2018 - 20:08

A cerimônia de abertura da 22ª edição dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) ocorreu na tarde dessa quarta-feira (7), no Clube de Regatas Tumiaru, em São Vicente . O ginásio ficou completamente lotado e repleto de animação vinda de atletas e torcedores.

Este ano, o Jori conta com mais de 2,6 mil atletas de 30 cidades,  que vão disputar 14 modalidades: atletismo, bocha, buraco, coreografia, damas, dança de salão, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, voleibol adaptado e xadrez.

Estiveram presentes na cerimônia de abertura o governador em exercício, Márcio França; a primeira-dama do Estado, Lu Alckmin; a vice primeira-dama do Estado, Lúcia França; o secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Paulo Gustavo Maiorino; o prefeito da Cidade, Pedro Gouvêa; a presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Vicente, Andrea Gouvêa e o deputado estadual, Caio França.

Cerimônia de abertura atraiu diversas pessoas nesta quarta-feira  (Foto: Rogério Soares/AT)

Um dos momentos mais emocionantes do evento foi a hora de acender a pira. Quatro mulheres que já acumularam medalhas por São Vicente nos jogos foram encarregadas de conduzir a tocha, até que o símbolo-mor do Jori estivesse em chamas. As escolhidas foram Idalina Terra, de 82 anos; Julieta Vidal Viana, de 87 anos; Diva Bucciarelli, de 88 anos; Glória Barreiros Lapa, de 81 anos.

O juramento dos atletas ficou por conta da atleta Diva Pereira Fernandes, de 83 anos, jogadora de buraco e participante do Jori há quase duas décadas.

A emoção também tomou conta das autoridades. Márcio França declarou que “É muito bonito ver a primeira Cidade do Brasil recebendo um evento desses. O JoriI é uma forma de os idosos mostrarem que estão ativos. É um incentivo para todos nós”.

A primeira-dama do Estado de São Paulo, Lu Alckmin comentou sobre a importância do evento para a Terceira Idade “O Brasil está envelhecendo e, para que as pessoas vivam mais e melhor, é necessária uma política pública para os idosos. O Jori é uma dessas medidas, por isso é tão importante”.

Pedro Gouvêa, prefeito de São Vicente se mostrou feliz pelo município sediar os jogos. “É um orgulho muito grande porque o Jori representa a oportunidade de mostrar para o Estado a nossa Cidade”. Sobre a equipe da Cidade, ele destaca “a delegação de São Vicente sempre é muito premiada, principalmente na coreografia, já que essa modalidade é o ponto alto da Cidade, sendo assim, sempre tem uma grande expectativa para ver o que foi preparado”.

Veja Mais