Diego Souza não joga contra o Cólon; Aguirre faz mistério na escalação

Desgaste físico e confusão na última partida pesaram para escolha do treinador

14/08/2018 - 15:31 - Atualizado em 14/08/2018 - 15:54

Diego Souza é titular absoluto do time de Aguirre (Foto: Paulo Pinto/saopaulofc net)

O São Paulo não vai contar com Diego Souza para a partida contra o Cólon, às 21h45, desta quinta-feira (16), pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Quem confirmou a ausência do atleta foi o treinador Diego Aguirre. Ele fez o anúncio durante a coletiva desta terça-feira (14), no CT da Barra Funda.

"O Diego Souza não tem problema físico, mas pela sequência de jogos pode ter alguma dificuldade. É um jogador importantíssimo. Preferimos que trabalhe aqui (em São Paulo) para o jogo de domingo (contra a Chapecoense). É o único caso que entendemos que era melhor. Os demais vão jogar", disse Aguirre.

A condição física dele pesa, pois Diego é titular absoluto do ataque são-paulino e é uma das esperanças de gol do Tricolor, porém, há outro fator que tem relevância nessa escolha. O 9 do São Paulo agrediu o defensor do Cólon, depois de receber uma cotovelada no último confronto entre as equipes. Nenhum dos dois lances o árbitro viu.

Aguirre não confirma se esse é um dos motivos para ausência, mas não nega. "Tem muita relação, talvez. Pode ser uma dentre outras".

Titulares ou reservas?

Quando questionado como o Tricolor vai a campo para a partida decisiva, o Aguirre não da pistas do elenco e diz que decisões serão tomadas quando o jogo estiver mais perto. "é provável que vamos fazer algumas mudanças, porque é muito difícil os jogadores manterem a intensidade. Estou tranquilo que todos os jogadores estão bem. Temos que transmitir a confiança e o jogador que estiver bem vai jogar. Estamos prontos para o São Paulo ser protagonista nas duas competições".

Ainda nessa linha de pensamento, Aguirre falou sobre priorizar ou não uma competição por conta do desgaste do elenco.

"Eu respeito muito essa opinião, porque tem muita lógica. A única coisa que falei é que quinta vamos tentar classificar, e se passarmos vamos medir o Campeonato Brasileiro e as duas competições para tomar as decisões. Entendo que às vezes temos que poupar os jogadores e tem que ser assim. No momento não vamos priorizar nenhuma", disse o treinador.

Para passar de fase na Sul-Americana, o São Paulo precisa vencer o Cólon por dois gols de diferença no tempo normal. Vitória pela contagem mínima leva a partida para os pênaltis.

LEIA MAIS

<