Veja como preparar uma horta caseira

Independentemente de onde as plantas serão colocadas, existem recomendações que valem para todos os ambientes

11/04/2018 - 20:16 - Atualizado em 11/04/2018 - 20:32

Programa Condomínio Sustentável deu dicas de como cuidar de uma horta em casa (Foto: Irandy Ribas/AT)

Seja em casa, apartamento ou até mesmo no prédio onde mora, criar uma horta com itens que podem ser colhidos na hora para o preparo do que será servido à mesa é algo que muitas pessoas desejam, mas que podem não saber como fazer.

Para isso, uma parceria entre a Estação da Sustentabilidade e o Projeto Condomínio Sustentável, ambos do Fórum da Cidadania, realizou, nesta quarta-feira (11), uma oficina de hortas domésticas para dar noções sobre a melhor forma do plantio em ambientes diversos.

Independentemente de onde as plantas serão colocadas, existem recomendações que valem para todos os ambientes, seja casa, apartamento ou prédio. Segundo o biólogo e professor do curso de hortas domésticas do Projeto Condomínio Sustentável, Alex Sandro da Cruz, os cuidados são os mesmos para qualquer espaço.

Para realizar o plantio da maneira correta, a terra preta é a mais recomendável. Segundo Cruz, o composto tem nutrientes naturais que ajudam no crescimento da planta. "A terra preta é melhor pois  já possui adubo, que é essencial para as ervas. Além disso, ela é orgânica, o que significa que não há adição de compostos químicos, melhorando o cultivo".

Outro fator importante para o plantio é a regagem correta. Cruz explica que existe um jeito correto para colocar água na planta, e que, se feito de maneira errada, pode até matá-la. "A rega deve ser feita, primeiramente, com o sol baixo, no início ou no fim do dia. Se for feito no sol forte, pode cozinhar e destruir o vegetal". A água deve ser lançada diretamente na terra, porque é lá que os nutrientes atuarão.

O uso de mangueira para regar a planta não é recomendado porque a quantidade de água lançada pode ser maior do que a necessária. "As plantas são frágeis. Se a mangueira for usada para regar, o vegetal pode não aguentar tanto líquido e morrer por excesso de nutrientes". Os melhores utensílios para a regagem são o borrifador ou o regador.

Passadas as recomendações gerais sobre cultivo, é importante entender quais as principais diferenças em implantar uma horta em casa, apartamento ou condomínio.

Além disso, deve-se tomar cuidado com o uso de vasos menores para as plantas. "Os recipientes pequenos, por comportar menos terra, podem fornecer menos nutrientes às plantas. Para isso, os adubos devem ser usados para fortalecer a planta", afirma.

Outra razão para ter atenção no uso de vasos pequenos em condomínios é que a água seca mais rápido, comprometendo a vida útil da planta. Por isso, é necessário estar regando com mais frequência  para que a planta não morra.

Terra preta é a mais recomendável na hora do plantio (Foto: Irandy Ribas/AT)

Casa

A maior vantagem de ter uma horta em casa é de ter mais opções na hora de construí-la "Existem mais alternativas para fazer uma horta em casa. É possível montá-la diretamente no chão ou suspensa, na parede".

Além disso, as hortas feitas em quintais podem ter mais acesso à luz, o que ajuda na absorção de nutrientes e no crescimento das plantas.

Condomínio

Uma dica que Alex dá aos condôminos é sobre uso de lixo orgânico no cuidado com as plantas. Além de ser uma solução ecologicamente correta, os detrimentos podem ser usados para melhorar uma horta.

Com a grande demanda de material produzido pelos moradores de prédios, o lixo pode ter uma outra destinação e ser mais útil para a plantação.

"O lixo pode ser separado e transformado em adubo e dar nutrientes aos vegetais", explica o professor.

Apartamento

Para quem mora em apartamento, existem algumas recomendações especiais sobre luminosidade antes de implantar uma horta. Por ter menos incidência de luz natural, a primeira dica do biólogo é investir em vegetais mais resistentes à luz. Alex dá algumas sugestões de produtos que podem ser usados em um apê.

"Ervas como a cebolinha, salsinha, manjericão, alecrim e menta conseguem crescer com menos iluminação do sol e podem ser ideais para este cômodo".

Isso não significa, porém, que outras plantas não podem ser cultivadas em apartamento. "É importante colocar os vegetais perto da janela, por onde entra a luz solar, porque isso é o suficiente para o abastecê-las de nutrientes", explicou o especialista.

Ervas Daninhas

Um outro cuidado que Alex ressalta para os donos de horta é sobre a retirada das ervas daninhas. Basicamente, elas são aqueles matos que nascem junto com as plantas regadas pelo semeador. "Elas são transportadas pelo ar e podem crescer se caírem em terra fértil", diz Alex.

Entretanto, o grande problema delas é "a disputa pelos nutrientes com os vegetais que estavam na terra antes, podendo matá-las". Por isso, assim que aparecerem, devem ser imediatamente retiradas.

Medicamento contra pragas

Outra dica é sobre como realizar o combate às pragas de maneira correta e com ingredientes naturais. Alex explica que existe uma composição que pode ser feita para afastar possíveis doenças nas ervas. "Ao invés de usar agrotóxico, pode ser usado uma receita de água, tabaco e cravo. É só misturar, reservar por três dias e aplicar na planta. O forte cheiro vai afastar as bactérias dos vegetais", orienta Alex.

Conscientização

Renato Prado, coordenador do projeto Condomínio Sustentável, afirma que a iniciativa está dando resultado. ''Já fizemos uma oficina em fevereiro, com a participação de 120 pessoas. A ideia é estender o conceito da cidadania ao de sustentabilidade''. 

Segundo ele, a maior parte do público participante é de mulheres, mas o objetivo é fazer com a que a oficina atraia públicos diversos. 

Terminada a oficina, a coordenação do programa já se prepara para divulgar um novo calendário de oficinas e, segundo Prado, novas aulas de horta doméstica estão garantidas. ''As pessoas entendem que estão perdendo o contato com a terra, que precisam de uma alimentação saudável e de conscientização ecológica'', explica.

Veja Mais