Morros de Santos entram em atenção e entrada da Cidade segue com alagamentos

Chuva em 72h chegou a 164 mm; Prefeitura avalia resultados da obra contra ressaca na Ponta da Praia

15/04/2018 - 21:02 - Atualizado em 15/04/2018 - 22:43

Entrada de Santos permaneceu alagada durante todo o domingo (Foto: Carlos Nogueira/AT)

A Prefeitura de Santos decretou estado de atenção nos morros, em razão da forte chuva que atinge a região desde a noite de sábado (14). A entrada da Cidade, que apresentou alagamentos desde o começo da manhã deste domingo (15), segue intransitável nos dois sentidos da Avenida Nossa Senhora de Fátima. Apenas a Avenida Martins Fontes tem fluidez.

Três ocorrências foram atendidas pela Defesa Civil ao longo do dia: queda de uma árvore na Avenida Antônio Manoel de Carvalho, na encosta do Morro Marapé, um deslizamento de solo, que causou a queda de um muro e parte de uma moradia desocupada, que atingiu a área livre da casa vizinha, no Morro São Bento, além da queda de um bloco rochoso também no São Bento, onde o entorno foi isolado. Após o desmonte e retirada dos resíduos, o trânsito será totalmente liberado na Rua São Bernardo. 

Conforme a Administração Municipal, o estado de atenção foi decretado porque o acumulado de chuva nas últimas 72 horas atingiu 164,6 mm até às 18 horas deste domingo (15), marca superior a 80 mm, considerada limite. Além disso, a previsão aponta mais chuva e maré em elevação com provável ressaca.

Agentes da Companhia de Tráfego (CET) monitoram a entrada da Cidade desde a noite de sábado. Até por volta das 21 horas, a Avenida Nossa Senhora de Fátima estava alagada e intransitável, nos dois sentidos, para veículos de passeio e ônibus, sendo necessário usar rota alternativa, como a avenida da praia ou a subida no Morro Nova Cintra.  Já a Avenida Martins Fontes está transitável, apesar de ainda ter faixa alagada.

Barreira contra ressaca

Segundo a Prefeitura, apesar da ressaca, a água do mar não avançou para as pistas da avenida da orla na Ponta da Praia, onde as obras para a construção de uma barreira contra a força da água do mar foram concluídas na sexta-feira (13).

''A Prefeitura está acompanhando a ressaca na Ponta da Praia para observar, inicialmente, a energia das ondas com a barreira instalada. Na próxima semana, técnicos da Unicamp estarão em Santos para a primeira avaliação e início do monitoramento''.

Conforme a Administração Municipal, apesar de ainda estar sob avaliação, a Prefeitura alerta que a barreira com bags impediu até o momento a ação da ressaca sobre a avenida e esclarece que imagens que circulam nas redes sociais referem-se à ação da maré no ano passado.

Veja Mais