Ministro Ricardo Barros sugere soluções a saúde na região

Ele participou do Região em Pauta nesta segunda-feira

11/12/2017 - 20:50 - Atualizado em 11/12/2017 - 21:01

Ministro da Saúde Ricardo Barros esteve em Santos
nesta segunda-feira (Foto: Fernanda Luz / AT)

Para melhorar a gestão dos recursos para a saúde na região, o ministro da Saúde Ricardo Barros sugeriu que os municípios da Baixada Santista criem um consórcio, que poderia ser usado, por exemplo, para a compra de medicamentos. Ele esteve nesta segunda-feira (11) na sede da TV Tribuna, em Santos, para participar do projeto A Região em Pauta. 

“Ele (consórcio) não reduz os custos da saúde, ele otimiza. Ele faz com que o recurso seja aplicado da forma mais adequada, mais útil para o sistema como um todo, porque o que há de excesso em um município cobre a deficiência de outro”, explicou o ministro.

No primeiro painel do dia, que discutiu a estrutura da saúde na região, Ricardo Barros citou o exemplo do Paraná, onde 95% das cidades já compram remédios dessa forma.

 O debate teve, ainda, a presença dos prefeitos de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), Praia Grande, Alberto Mourão (PSDB), e Guarujá, Valter Suman (PSB).

O secretário adjunto do Estado da Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano, e o diretor administrativo da Santa Casa de Santos, Augusto Capodicasa, também participaram. 


Um caderno especial sobre o Região em Pauta ocorrido nesta segunda-feira (11) será divulgado em A Tribuna no próximo domingo.

Veja Mais