Hospital dos Estivadores abre 10 leitos de UTI e 12 de clínica médica

Esse foi o primeiro passo para o local passar a atender pacientes com outras doenças da Cidade

21/11/2017 - 23:10 - Atualizado em 21/11/2017 - 23:11

Pelo menos 22 novos leitos entraram em funcionamento
nesta terça-feira (Foto: Irandy Ribas/AT)

O Hospital dos Estivadores ampliou nesta terça-feira (21), as atividades do equipamento municipal. São 22 novos leitos. Destes, 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos e 12 de clínica médica.  

Esse foi o primeiro passo para o local passar a atender pacientes com outras doenças da Cidade. Dessas novas vagas, 40% estarão à disposição para pacientes da região. 

Apesar dessa ampliação,  o secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz,  explicou que o hospital apenas receberá pacientes locais ou do município encaminhados por outras unidades de urgência e emergência de Santos. 

A exceção são as gestantes, já que o complexo possui um pronto atendimento obstétrico. O hospital já contava com 36 leitos de maternidade e dez de UTI neonatal, além de cinco salas de pré-parto, parto e pós-parto e duas salas cirúrgicas.

“A partir de agora, o Estivadores passa a ter um perfil mais generalista. A Baixada Santista possui um grande deficit de vagas de UTI para adultos”, afirmou Ferraz. 

Convênio

No início deste mês, A Prefeitura de Santos solicitou a renovação do convênio com o Governo do Estado para assegurar o repasse de recursos públicos a fim de garantir a manutenção das atividades do Complexo Hospitalar dos Estivadores. 

A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é que a parceria seja renovada pelo período de um ano, o que possibilitará o repasse mensal em torno de R$ 3 milhões à Cidade. O contrato atual vence em janeiro.

Outro parceiro da Prefeitura para manter o hospital é o Ministério da Saúde, que repassa R$ 618 mil mensalmente aos cofres municipais, o que ajuda a pagar o Instituto Social Hospital Alemão Oswaldo Cruz, a organização social contratada para gerenciar o hospital.

“Estamos cobrando uma participação mais efetiva da União, que já teria condições de nos enviar todo mês R$ 1,6 milhão. Na semana passada, oficializamos mais uma vez o ministério”, justificou.

Terceira fase

O plano operativo do Complexo Hospitalar dos Estivadores prevê ainda a abertura de mais 38 vagas de Clínica Médica. A etapa seguinte será tirar do papel a terceira fase do empreendimento, que consiste na abertura de 25 leitos de Clínica Cirúrgica. 

“Mediante o recebimento de mais recursos, estamos programando que essa nova etapa seja consolidada em maio do próximo ano”, afirmou. Com essas novas vagas disponibilizadas, o Município terá condições de realizar mais procedimentos eletivos (quando não são considerados de urgência).

Veja Mais