Fiéis celebram Dia de Santa Edwiges, padroeira dos pobres e endividados

Além de missas, também haverá uma procissão que sairá às 20 horas da porta da igreja, no Canal 3

16/10/2017 - 10:34 - Atualizado em 16/10/2017 - 15:57

Regina recorreu à santa, quando passou por uma crise financeira (Foto: Alberto Marques/ AT)

Em tempos de pouco dinheiro e desemprego, na hora das dificuldades, muita gente se apega na fé. E a crise é o que tem feito crescer a devoção a Santa Edwiges, a padroeira dos pobres e endividados.

Foi justamente uma forte crise financeira que fez com que a secretária Regina Gimenes, de 53 anos, passasse a frequentar a capela da Santa, em Santos. “Há alguns anos, eu não trabalhava e meu esposo perdeu o emprego. Foi quando começamos a vir aqui rezar sempre. Percebemos o chamado. Pouco tempo depois, eu fui contratada”, lembra ela, que continuou atuando na comunidade religiosa como voluntária. 

“Depois, quando fiquei desempregada novamente, logo soube que precisavam de uma secretária na Capela e comecei a trabalhar”, conta Regina, que já atua há 12 anos no local. Ela conta que tem sido cada vez mais frequentes novos devotos desempregados.

Festejos

Nesta segunda-feira (16), dia da Santa, além de missas durante todo o dia, também haverá uma procissão, às 20 horas, que deve sair da porta da Igreja Santa Edwiges no Canal 3, que fica na Avenida Washington Luiz, 361, no Boqueirão, em Santos. As missas são realizadas às 12h, 15h, 17h e 19 horas.

O grupo deve seguir pela Rua Alexandre Herculano, Armando Sales, Machado de Assis e retornar à capela. O cortejo, que no ano passado reuniu milhares de devotos, terá a imagem e a relíquia da Santa.

História

Nascida no século 13, na Alemanha, Edwiges viveu na Silésia, uma região que fica entre Alemanha, Polônia e República Tcheca. Ela era uma mulher rica, ficou conhecida por dar dinheiro aos camponeses que haviam sido presos por não pagar suas dívidas.

O endereço da capela é Avenida Washington Luiz, 361, Boqueirão.

Veja Mais