Escolas de Santos retiram do cardápio almôndegas bovinas

Com o conhecimento da operação 'Carne Fraca', a utilização do alimento foi suspensa

20/03/2017 - 17:46 - Atualizado em 20/03/2017 - 18:01

A Secretaria de Educação (Seduc) de Santos decidiu suspender a almôndega bovina servida na merenda escolar. Este é o único produto fornecido pela empresa JBS S/A, citada na operação da Polícia Federal intitulada ‘Carne Fraca’,  entregue no dia 10 de fevereiro deste ano. 

Com o conhecimento da operação, a utilização do alimento foi suspensa, inicialmente, por 30 dias, aguardando que decisões futuras sejam tomadas com base em documentos técnicos já solicitados para a empresa (laudos bromatológicos).

A Seduc tornou público os demais produtos são fornecidos à Seduc por outras empresas:

- Carne Moída Assada e congelada - Minerva Dawn Farms / Minerva Dawn Farms;

- Filé de frango Sassami grelhado congelado IQF - Fênix Indústria e Comércio de Alimentos LTDA./ Fenix

- Coxa e Sobrecoxa de frango em cubos, cozidos, congelado IQF - Fênix Indústria e Comércio de Alimentos LTDA/ Fenix

- Petisco Suíno in natura, congelado, IQF - Iotti Griffe da Carne LTDA. / Fridel (Frigorífico Industrial Del Rey) 

- Frango Desfiado cozido em embalagem pouch - Safra Remix Comercial de Alimentos e Equipamentos LTDA / Vapza

A Sceretaria destacou ainda que todos os produtos que são comprados para o abastecimento das 81 unidades municipais de ensino e 26 escolas estaduais possuem SIF (Serviço de Inspeção Federal) e apresentam laudos com análise laboratorial que garantem a procedência.  Além disso, a Merenda Escolar de Santos não fornece embutidos como presunto, salsicha ou linguiça.

Um comunicado será publicado no DOS desta terça-feira  (21).

Veja Mais