Bonde de Santos faz aniversário com desconto de 50% na tarifa

Uma das principais atrações turísticas da Cidade completa 17 anos no sábado com várias atrações

20/09/2017 - 12:23 - Atualizado em 20/09/2017 - 13:06

Atrações é que não vão faltar no próximo sábado (23), data em que a Linha Turística do Bonde comemora 17 anos de funcionamento. Para começar, tem desconto de 50% na passagem (R$ 3,50) para que todos possam apreciar, das 11h às 17h, a história e as belezas arquitetônicas do Centro.

O passeio, com monitoria de guia de turismo, é uma verdadeira viagem no tempo – com elétricos originais restaurados, motorneiro e cobrador com uniformes autênticos, o trajeto de 5 km pela área mais antiga da Cidade tem um clima do início do século passado, época em que os bondes eram o principal meio de transporte em Santos.

Desde que foi criada, em setembro de 2000, a linha turística já transportou cerca de 1 milhão, 596 mil e 913 passageiros (até 31 de agosto) – este ano, já são 63.322 passageiros.

Atrações

Às 11h, começa a funcionar a feira Centro com Arte, que, além de artesanato diferenciado e cenário com roupas de época para fotos, conta com peças e lembranças que remetem a ícones da Cidade, como as muretas e os próprios bondes. Das 12h às 15h, a bike do Rei do Café oferecerá degustação gratuita da bebida no alpendre da Estação do Valongo, ponto de embarque da linha turística.

Já quem almoçar no Estação Bistrô Restaurante-escola (funciona das 12h às 15h) e apresentar o bilhete do bonde, poderá saborear, de graça, o crumble de maçã com banana, a sobremesa do dia. A apresentação do bilhete também garantirá 10% de desconto em qualquer item da Museu Pelé Store, que continua aberta no museu (apenas a ala expositiva fechou no último dia 12 para obras de manutenção do telhado).

Saudade

Às 13h, passageiros e público poderão apreciar o repertório da Escolinha de Choro e Cidadania Luizinho Sete Cordas, que se apresenta na tenda especialmente montada junto à Estação do Valongo.

Já o Bonde Arte vai circular às 14h e 15h com a presença do Zé Corneteiro, personagem criado em 2014 por Miguel Escandon, que recebe o público na Casa do Trem Bélico. Intitulado Um bonde chamado saudade, o passeio será gratuito e terá duração de 25 minutos – os ingressos devem ser retirados, meia hora antes da saída do elétrico, na bilheteria do Museu Pelé.

Bondes elétricos começaram a circular em 1909; a tração animal, desde 1871 (Foto: Divulgação/PMS)

 108 anos

Os bondes elétricos começaram a circular em Santos em 1909. Mas, desde 9 de outubro de 1871 – um ano antes de São Paulo -, Santos contava com esse tipo de transporte, por tração animal, ligando o Centro até a Barra do Boqueirão. Em 1964, entretanto, começam as discussões pela desativação do serviço, tendo em vista as dificuldades para manutenção dos veículos e as facilidades do transporte a diesel, com maior mobilidade e custo mais baixo. Em 28 de fevereiro de 1971 o último bonde, prefixo 258, da linha 42, foi recolhido à garagem. Vinte e nove anos depois, o sistema foi reativado, agora com perfil turístico.

Veja Mais