Bombeiros de Santos resgatam cachorra presa no Monte Serrat

Animal estava no meio da vegetação em um penhasco a mais de 40 metros de altura

26/10/2017 - 13:30 - Atualizado em 26/10/2017 - 15:20

O Corpo de Bombeiros resgatou uma cachorra que ficou presa no alto do Monte Serrat, em Santos. O animal estava em uma rocha com menos de um metro quadrado, coberta por vegetação, a uma altura de aproximadamente 40 metros - equivalente a um prédio de 14 andares. O caso, que ocorreu na tarde de quarta-feira (25), demandou mais de três horas de trabalho para salvar a cadela.

Acionada por comerciantes da Avenida Senador Feijó (os fundos das lojas ficam voltados para o morro), preocupados com a possível queda da cachorra, a equipe dos bombeiros acessou o local pela Rua Tiro Naval, até o alto do Monte Serrat. Depois, utilizando rapel (cordas), o soldado José Martins e cabo Alves se aproximaram cuidadosamente para não assustar o animal. Martins conseguiu abraçar a cadela e descer com segurança.

O comerciante Ahmad Dinho Jarouche, que tem loja na via, diz que viu o momento em que o animal escorregou e ficou preso. "Ficou lá mais de uma hora, aí resolvemos chamar os bombeiros, que vieram de prontidão. Se esforçaram muito, estão de parabéns. Ainda alimentei a cachorra e ela foi embora, provavelmente para a casa dela. Não identificamos o dono, mas é de algum morador ali da comunidade, com certeza".

Além de José Martins e Alves, participaram da ação os cabos César e Meirelles e o sargento Portella. Todos do Posto de Bombeiros do Centro de Santos.

Veja Mais