Zé Ricardo garante que não foi procurado pelo Santos

Em contato com A Tribuna, técnico disse que nem ele nem o seu agente receberam proposta do clube

23/07/2018 - 16:50 - Atualizado em 23/07/2018 - 17:19

Zé Ricardo pediu demissão do Vasco em junho, com 52,7% de aproveitamento (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Livre no mercado, o técnico Zé Ricardo garantiu para A Tribuna na tarde desta segunda-feira (23) que não foi procurado pelo Santos.  Segundo o treinador, nem ele nem o seu agente receberam contato do Alvinegro. 

“A pessoa que me representa, o meu cunhado, não está no Brasil, está na Europa. Eu não recebi nenhuma ligação. Certamente se o tivessem contatado, eu já estaria sabendo”, comentou Zé Ricardo por telefone. 

O treinador disse que ministrou uma palestra no Sindicato dos Jogadores Profissionais do Rio de Janeiro nesta segunda pela manhã e ficou sabendo da demissão de Jair Ventura no início da tarde. 

Zé Ricardo confirmou que foi procurado pelo Santos no final do ano passado, mas que o contato teria sido feito por outro grupo político.  

“Nem chegamos a abrir negociações. A pessoa que me procurou era ligada a outra chapa, que perdeu a eleição. Não abrimos negociações porque estávamos em preparação para a pré-Libertadores com o Vasco. Eu não quis avançar, até em respeito ao próprio Santos”. 

Questionado qual seria a sua resposta diante de uma proposta concreta do Alvinegro, Zé Ricardo preferiu não se manifestar. “Desculpe, mas eu prefiro não fazer esse tipo de comentário”, disse o técnico, garantindo que no momento não tem propostas na mesa, de clubes do Brasil ou do exterior. 

José Ricardo Mannarino, o Zé Ricardo, é carioca, tem 47 anos e estreou como técnico profissional no Flamengo. Pediu demissão do Vasco, o segundo clube de sua carreira, no dia 2 de junho passado, após um momento turbulento da equipe cruzmaltina.

Em São Januário, Zé Ricardo teve um aproveitamento de 52,7%. Em 50 jogos, foram 22 vitórias, 13 empates e 15 derrotas.

Veja Mais