Zagueiro do Santos age para neutralizar supostos agentes

Número de pessoas que dizem representar Lucas Veríssimo incomodou Spartak Moscou, que quer o beque

12/01/2018 - 16:15 - Atualizado em 12/01/2018 - 16:24

Lucas Veríssimo é titular absoluto no time do Santos
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O surgimento de cerca de cinco indivíduos que afirmam ser representantes de Lucas Veríssimo pode encerrar de vez a negociação aberta pelo russo Spartak Moscou para contratar o zagueiro do Santos. A equipe europeia ficou incomodada com o “aparecimento” dos supostos agentes. Por achar que a situação pôs a transação em risco, o beque decidiu agir.

A fim de confirmar quem são seus empresários e, assim,“acalmar” o clube do leste Europeu, o atleta emitiu uma nota. No texto, o defensor deixa claro que não trabalha com as cinco pessoas que dizem ser seus agentes.

“Muitas pessoas têm se apresentado como meus empresários, para favorecer seus próprios interesses. Gostaria de deixar claro que meus empresários são Marcos Ribeiro, da MGS Sport, e Aparecido Inácio, da AIRC Sport. Só eles respondem por mim. Qualquer outra pessoa que não tenha sido citada não me representa e não tem nenhum tipo de autorização para conduzir algo em meu nome”, diz o comunicado.

Mais obstáculo

Esclarecer a situação, para que o Spartak Moscou não deixe de negociar, é só um dos obstáculos a serem superados. Também é preciso dobrar o Peixe.

Os russos fizeram ofereceram 6 milhões de euros (R$ 23,2 milhões) pelo atleta. Ontem, o Comitê de Gestão se reuniu para tratar do assunto e considerou o valor baixo.

“A gente respondeu que vai ter que melhorar (a proposta) se quiser levar. Se não quiser, deixa como está”, falou, na última quinta-feira (11), o presidente santista José Carlos Peres.

Veja Mais