Torcedora que viralizou dançando na arquibancada tem dia especial no Santos

Alice visitou o CT, conversou com jogadores, dançou com mascotes e líderes de torcida na Vila

15/09/2017 - 12:55 - Atualizado em 15/09/2017 - 15:40

Alice visitou a Vila Belmiro e dançou com os mascotes e as líderes de torcida (Foto: Julia Carrilo/AT)

Muita gente que estava assistindo ao jogo Santos x Corinthians pela televisão, no último domingo (10), se divertiu com a dancinha de uma menina toda vestida com o uniforme rosa do Peixe quando o placar marcava 1 a 0 para o time da Vila. 

Fato é que a imagem fofa viralizou e, no dia seguinte, a peixinha estava sendo caçada nas redes sociais pelo clube, por meio do programa Sócio Rei, que queria fazer uma surpresa pra ela.

Os compartilhamentos foram tantos que menos de 24 horas depois já se sabia que o nome dela era Alice, de 8 anos, moradora do Boqueirão, em Santos. 

Na última quinta-feira (14), a pequena torcedora viveu seu dia de Alice no País das Maravilhas, com direito à visita ao CT Rei Pelé, bate-papo com jogadores, passagem pelo Memorial das Conquistas e recepção no gramado pela dupla Baleinha e Baleião e pelas team leaders santistas. Também ganhou um monte de presentes. Inclusive uma camisa nova com detalhes em rosa, do jeitinho que ela gosta.

Alice estava acompanhada do pai, Marcus Vinícius Moreira, santista roxo, da mãe, Patrícia Boschetti Moreira, e dos irmãos Pedro, de 9 anos, e Elisa, de 5, que fizeram a festa.


Confiança

Num bate-papo com a garotinha, ela contou à Reportagem que nem sempre vai aos jogos na Vila. “Meu pai costuma trazer mais o Pedro”. Segundo a mãe, é porque ela não para quieta. “Já chegou a voltar pra casa com a calça toda rasgada, de tanto que ela apronta”.

No domingo do clássico contra o Timão, por exemplo, Alice fez a dancinha porque tinha certeza que o Peixe venceria. 

Fã de carteirinha do atacante Ricardo Oliveira, ela sabe praticamente o nome de todos os jogadores do clube. Na quinta, quando esteve no CT, foi a atração da academia e fez a farra com o atacante colombiano Copete, o meia Vitor Bueno, o zagueiro Gustavo Henrique e todos que não haviam ido ao Equador para a partida pelas quartas de final da Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil. “Eles são muito divertidos. Brinquei de fazer entrevistas e até fiz a dancinha com o Copete”.

O pai, todo orgulhoso, agradeceu o carinho do clube para com sua filha e disse que, se havia dúvida para qual time Alice torceria, agora não tem mais. “Não esperava essa repercussão toda. Estamos muito felizes. Hoje (quinta) está sendo um dia muito importante para os meus filhos”.

ver galeria
1/6
Veja Mais