Santos só empata, avança em primeiro, mas sai vaiado da Vila Belmiro

Time não saiu do zero contra o Real Garcilaso e, mais uma vez, irrita a torcida com o fraco futebol

24/05/2018 - 21:09 - Atualizado em 24/05/2018 - 21:39

Em mais uma atuação sofrível, o Santos de Diego Pituca saiu vaiado da Vila (Foto: Miguel Schincariol/AFP)

O Santos precisou contar com a ajuda de terceiros para terminar na liderança do Grupo 6 da Libertadores. Após um decepcionante empate em 0 a 0 com o Real Garcilaso na Vila Belmiro, nesta quinta-feira (24), o Alvinegro terminou a fase de grupos em primeiro lugar porque o Estudiantes venceu o Nacional por 3 a 1, em Buenos Aires, e impediu os uruguaios de terminarem na frente. Com a fraca atuação, o time de Jair Ventura foi mais uma vez vaiado em casa. 

Encerrada a última das seis rodadas, o Santos soma 10 pontos. O Estudiantes fica com a segunda posição, com 8, à frente do Nacional no saldo de gols (2 a 1). Os uruguaios, como consolo, vão para a Copa Sul-Americana. Com 6 pontos, o Real Garcilaso se despede na lanterna.

Agora, o Santos aguarda o sorteio do próximo dia 4 de junho para saber com quem vai jogar nas oitavas de final. O adversário será um dos times que terminaram na segunda colocação nos outros grupos.

No jogo desta quinta-feira, os santistas tiveram mais uma atuação sofrível. Por mais que tenham dominado e exibido maior posse de bola, criaram poucas chances. Só não saíram de campo derrotados porque a equipe peruana é muito ruim, incapaz de criar uma única oportunidade de gol.

Passada a etapa inicial da Libertadores, o Santos se volta ao Campeonato Brasileiro. Domingo, às 16 horas, no Pacaembu, o adversário será o Cruzeiro.

"Conseguimos o nosso objetivo"

Ao fim do empate em 0 a 0 com o Real Garcilaso, na Vila Belmiro, o lateral-direito Daniel Guedes declarou que o Santos fez uma boa partida. "Eles vieram muito fechados, tentamos. Conseguimos o nosso objetivo, que era o primeiro lugar", disse.

Gabriel foi mais um a defender o Santos. Para ele, o time faz uma boa temporada. "Chegamos à semifinal do Paulista, estamos classificados na Copa do Brasil e nas oitavas da Libertadores".

Apesar das justificativas, a torcida não aprovou o empate com a equipe peruana. Ao fim da partida, foram ouvidas vaias e protestos por um futebol melhor.

Ficha técnica

Santos 0: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca (Copete), Vitor Bueno (Yuri Alberto) e Jean Mota (Renato); Eduardo Sasha, Gabriel e Rodrygo. Técnico: Jair Ventura.

Real Garcilaso 0: Morales; Arismendi, Juan Lojas, Dulanto e Cóssio; Kontogiannis, Tragodara, Archimbaud, Ramúa e Landauri (Santillán); Vidales. Técnico: Tabaré Silva.

Árbitro: Alexis Ferrera (VEN)

Cartões amarelos: Daniel Guedes e Lucas Veríssimo (Santos); Morales, Cóssio e Arismendi (Real Garcilaso)

Público: 5.016

Renda: R$ 119.075,00

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos 

Veja Mais