Santos pode mudar esquema tático para suprir ausência de Bruno Henrique

Elano pode deslocar Victor Ferraz para armação e Lucas Lima para o ataque

10/11/2017 - 16:30 - Atualizado em 10/11/2017 - 17:52

Ferraz não vê problema em atuar mais avançado, e afirmou que até gostou da função (Foto: Ivan Storti/SFC)

Sem poder contar com o suspenso Bruno Henrique para o jogo contra a Chapecoense, segunda-feira (13), às 20 horas, na Arena Condá, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Elano pode surpreender na hora de escolher o substituto para o atacante. Uma das possibilidades é entrar com Daniel Guedes na lateral, puxar Victor Ferraz para a armação e deslocar Lucas Lima para ponta.

Se depender de Ferraz, o desafio já está aceito. Aliás, ele gostou da experiência de ter atuado na função durante o segundo tempo da vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, no último sábado. De acordo com ele, o que aconteceu na partida diante do Galo não foi uma improvisação, mas algo que já vinha sendo treinado há algum tempo.

“Para muitos aquilo foi surpresa, mas para mim não. Elano treina muito e não é de inventar. Tudo que vocês verem foi treinado. É uma posição legal de jogar, fico mais perto do gol, posso marcar teoricamente um pouco menos para ter um lateral depois de mim. Estou à disposição do Santos e do Elano para a posição que for. Já joguei na esquerda também”, disse o camisa 4.

Jonathan Copete entraria na vaga deixada por Bruno Henrique de forma natural, isso se o colombiano não estivesse passando por um momento ruim com a camisa santista. Preterido por Arthur Gomes no duelo contra o Vasco, a história não deve ser diferente para o confronto sem Santa Catarina.

Treino

O Peixe trabalhou na manhã desta sexta-feira (10) no CT Rei Pelé. Mas Elano não esboçou a equipe que deve encarar a Chape. A tendência é que o interino defina a formação do time nos trabalhos de sábado e domingo.

Veja Mais