Santos empata com a Ponte e vê Corinthians disparar

Agora, o Peixe tem 48 pontos, dez a menos que o líder Timão

12/10/2017 - 18:55 - Atualizado em 12/10/2017 - 19:19

Ricardo Oliveira anotou o gol do Santos no empate com a Ponte Preta, pela 27ª rodada do Brasileirão
 (Foto: Folhapress)

Santos e Ponte Preta ficaram no 1 a 1, nesta quinta-feira (12), no estádio Moisés Lucarelli. Com o placar, o Peixe foi a 48 pontos e seguiu na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, mas viu o Corinthians abrir dez de vantagem. A Macaca, com 32, continua fora da zona de rebaixamento.

Na próxima segunda-feira, às 20 horas, o Alvinegro Praiano volta a campo. O adversário será o Vitória, no Pacaembu.

O jogo

Em seu primeiro ataque, a Ponte Preta abriu o placar. Aos 4 minutos, Danilo bateu falta. Na área, a zaga santista desviou a bola, que bateu no braço de Lucca. A jogada seguiu, e Vanderlei saiu errado do gol. Na sobra, Naldo chutou para o fundo da rede.

 

Com a desvantagem, o Peixe foi ao ataque e quase empatou aos 15, quando Daniel Guedes cruzou para Lucas Veríssimo. O zagueiro cabeceou no canto, mas Aranha se esticou para espalmar.

A partir daí, a Macaca passou a jogar na defesa, para explorar contragolpes. E assim, esteve perto de ampliar aos 43. No lance, Nino Paraíba cruzou para Lucca, livre de marcação e de frente para o gol. O atacante chutou por cima na meta do Peixe.

O tento perdido custou caro. Isso porque, no minuto seguinte, Bruno Henrique cortou a zaga e cruzou na medida para Ricardo Oliveira cabecear e balançar a rede.

A primeira grande chance do segundo tempo foi do Santos. Aos 13 minutos, Lucas Lima foi à linha de fundo e cruzou. Bruno Henrique subiu mais do que a zaga e cabeceou. Aranha fez grande defesa. Na sequência, a defesa tirou a bola da área.

O Peixe seguiu no campo de ataque, rondando a área rival. Por isso, o técnico Eduardo Baptista mexeu em sua equipe. Ele sacou Jean Patrick e mandou a campo Felipe Saraiva, trocou Naldo por Jadson e tirou Emerson Sheik para colocar Léo Gamalho.

Com isso, a Ponte equilibrou mais o duelo. O resultado disso foi que ambos os times pararam de criar chances de gol.

O jogo ganhou em emoção aos 39, quando Fernando Bob foi expulso. O volante, que já tinha um cartão amarelo, fez falta em Bruno Henrique e levou a segunda advertência.

Mesmo com um a menos, a Ponte Preta se arriscou. Aos 44, Lucca arriscou tiro de longe e assustou Vanderlei.

No minuto seguinte, o Santos quase virou com Bruno Henrique. O atacante ganhou de Nino Paraíba, após cruzamento de Lucas Lima, e cabeceou, tirando tinta da trave.

Ficha técnica

Ponte Preta

Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Jeferson; Naldo (Jadson), Fernando Bob, Jean Patrick (Felipe Saraiva) e Danilo Barcelos; Emerson Sheik (Léo Gamalho) e Lucca. Técnico: Eduardo Baptista 

Santos

Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Alison, Matheus Jesus e Lucas Lima; Copete, Ricardo Oliveira e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi 

Gols: Naldo, aos 4 minutos, e Ricardo Oliveira, aos 44 minutos do primeiro tempo; Cartões amarelos: Naldo, Fernando Bob, Luan Peres, Lucas Lima, Zeca. Cartão vermelho: Fernando Bob. Renda: R$ 120.475,00. Público: 13.983 (total). Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, ontem à tarde 

Veja Mais