Santos demite executivo Gustavo Vieira

Dirigente, que é filho do ex-corintiano Sócrates, ficou no cargo cerca de 45 dias

20/02/2018 - 19:58 - Atualizado em 20/02/2018 - 21:33

Gustavo Vieira chegou ao Santos em janeiro passado
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Gustavo Vieira não é mais executivo de futebol do Santos. O cartola foi demitido nesta terça-feira (20) pela diretoria encabeçada por José Carlos Peres após 45 dias de trabalho, contados desde sua apresentação oficial. Segundo o clube, que se manifestou por meio de nota, o dirigente deixa o Alvinegro por "incompatibilidades de gestão que inviabilizaram a continuidade".

À frente do departamento de futebol do Peixe, Gustavo trabalhou nas contratações de Gabriel, o Gabigol, além de Eduardo Sasha. Ele também estava envolvido nas tratativas com o lateral-esquerdo Dodô, da Samporia (ITA), atleta que está perto de ser anunciado, já que foi aprovado nos exames médicos.

O dirigente, que ocupou cargo semelhante no no São Paulo, também foi o responsável pela vinda de William Machado. O ex-comentarista do canal SporTV é gerente no Santos.

A queda do cartola, revelada pelo site Uol Esportes e confirmada por A Tribuna On-line, curiosamente, ocorreu poucas horas após o site Globo Esporte publicar uma matéria, afirmando que o próprio dirigente estava insatisfeito com Peres. Por isso, o texto afirmava que a saída do executivo era questão de tempo.

Segundo o portal, Gustavo não sabia da delicada situação financeira do clube. Outra reclamação era que não conseguia manter contato com o presidente do Alvinegro.

O site também dizia que algumas atitudes de Peres em negociações geraram incômodo. Um exemplo é a renovação contratual de Victor Ferraz, revelada por A Tribuna. Gustavo e o próprio mandatário teriam acertado tudo com o lateral-direito e seu agente. Mas, depois disso, o presidente do Peixe teria travado o acordo, que não foi assinado até agora.

Diante disso, Gustavo estaria se sentindo exposto diante do elenco. Isso porque Ferraz é um dos líderes do elenco comandado por Jair Ventura.

Confira a nota publicada pelo Santos:

O Santos FC comunica que Gustavo Vieira não é mais seu executivo de futebol. O clube e o profissional encontraram incompatibilidades de gestão que, neste momento, inviabilizam sua continuidade. O Santos esclarece que não há outras alterações previstas no Departamento de Futebol.

Veja Mais