Santos corre em busca de três reforços

Depois de contratar um meia, diretoria ainda quer dois atacantes e um volante

16/07/2018 - 13:55 - Atualizado em 16/07/2018 - 16:54

O volante Carlos Sánchez jogou a Copa pelo

Uruguai (Foto: Simon Stacpoole/Getty Images)

Um meio-campista defensivo, um centroavante e um atacante que atue pelos lados do campo. A diretoria do Santos continua atrás de jogadores com essas características. O presidente José Carlos Peres já admitiu que eles devem vir do exterior, já que o mercado nacional oferece poucas opções, na opinião dele.

Carlos Sánchez, volante uruguaio, é o nome da vez na Vila Belmiro. O jogador de 33 anos, que disputou a Copa do Mundo por seu país, está bem perto de ser anunciado como reforço do Santos. O meio-campista Alison acha que a contratação cria uma boa disputa por posição.

"Caso aconteça a contratação, é algo bom para o Santos. Essa competição por posição é importante para os jogadores, comissão técnica e Santos. Quanto mais reforços vierem, melhor. Quem vier para somar vai ser bem-vindo", disse o volante formado na Vila.

Centroavante

O centroavante uruguaio Joaquín Ardaíz, de 19 anos, é a aposta da diretoria. O atleta pertence ao El Tanque Sisley, do Uruguai, que pede 3 milhões de dólares (R$ 11,9 milhões) por ele. O Alvinegro ofereceu metade desse valor e espera fechar negócio.

A jovem promessa já fez 19 jogos e marcou quatro gols pela seleção sub-20 de seu país. Ardaíz foi revelado pelo Danubui, também do Uruguai, e já atuou pelo Antuérpia, da Bélgica.

Desde que decidiu não renovar com o veterano Ricardo Oliveira, no fim do ano passado, o Peixe corre atrás de um centroavante. Na semana passada, o argentino Hernán Barcos acertou com o Cruzeiro.

O atacante paraguaio Derlis González admite

jogar no Santos (Reprodução Instagram)

Ponteiro

O atacante paraguaio Derlis González, do Dínamo de Kiev, é outro nome que interessa ao Peixe. A equipe ucraniana já avisou que ele não faz parte dos planos, mas quer uma compensação para liberá-lo.

Vitor Bueno foi oferecido, mas o santista, reserva da equipe, não se empolgou em atuar por lá. 

Em suas redes sociais, o jogador já admitiu que jogar no Santos "é uma possibilidade".

González esteve em campo e até marcou um gol quando o Paraguai eliminou o Brasil na Copa América de 2015. Ele tem 24 anos e chegaria por empréstimo, já que tem contrato com o Dínamo até o fim de 2020.

Até agora, apenas o meia Bryan Ruiz, de 32 anos, titular da seleção da Costa Rica na Copa, foi contratado. Ele ainda não tem data para estrear, porque passa féria com a família na Costa Rica.

Caso não acerte com outros reforços até o fechamento da janela, em 15 de agosto, as contratações terão de vir do mercado nacional. No campeonato Brasileiro da série A, o jogador não pode ter feito mais de seis partidas se quiser vestir a camisa de outro clube.

Veja Mais