Santos acumula problemas após derrota na Vila

De insatisfação a desfalques, Peixe precisa driblar polêmicas para sonhar com título

10/11/2017 - 10:33 - Atualizado em 10/11/2017 - 10:41

Santos foi derrotado pelo Vasco na Vila Belmiro (Foto: Fernanda Luz/AT)

Após a derrota por 2 a 1 para o Vasco, na quarta-feira, atletas e comissão técnica do Santos rechaçaram desistir da luta pelo título do Brasileirão. A meta é vencer os cinco jogos que restam para ao menos sonhar. Mas há muitas dificuldades que precisam ser contornadas na sequência.

Dentro das quatro linhas, Elano tem de resolver dois problemas já para o duelo com a Chapecoense, marcado para esta segunda-feira, às 20 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Um deles é achar um substituto para o suspenso Bruno Henrique, artilheiro do clube no ano, com 16 gols, e líder do Nacional em assistências, com 11.

Além disso, o técnico interino deve ter um desfalque na defesa, setor que está em alta – é o segundo melhor do certame, com 25 gols sofridos, dois a mais que o Corinthians. No jogo contra os vascaínos, David Braz saiu de campo mancando. Em uma postagem, ele revelou que está lesionado.

Por sinal, o zagueiro se envolveu em um incidente que retrata o momento de forte pressão e cobranças. Após a derrota de quarta-feira, o defensor, líder do elenco e sempre muito ovacionado nos jogos, foi alvo de cusparadas de torcedores.

Braz foi às redes sociais para se manifestar sobre o caso. Embora tenha chamado o ocorrido de “fato isolado”, ele também destacou que foi um “episódio desagradável que aconteceu na saída de campo”.

A revolta da torcida ocorreu não apenas por causa da atuação da derrota, mas também porque o título ficou muito distante. Com o tropeço na Vila e a vitória do Corinthians sobre o Atlético-PR por 1 a 0, o líder foi a 65 pontos, contra 56 dos santistas, na terceira colocação. A diferença, portanto, é de nove pontos, restando 15 a disputar.

Na súmula

A relação entre elenco e torcida e as dificuldades do time poderiam não ser os únicos problemas. O clube correu o risco de perder a Vila Belmiro para os próximos confrontos.

O árbitro Rafael Traci colocou na súmula do jogo com o Vasco que dois objetivos foram atirados no gramado: um isqueiro e um copo descartável. Atos de indisciplina como estes são punidos com perda de mando de campo. Mas os infratores foram identificados. Com isso, o Santos deve escapar de punições como perda de mandos – o time ainda recebe Grêmio e Avaí na Vila.

Veja Mais