Peres diz que Santos atuará no Pacaembu: "Não dá para jogar para 7 mil"

Presidente reafirmou que clube precisa ganhar dinheiro com bilheteria no torneio

08/02/2018 - 18:24 - Atualizado em 08/02/2018 - 20:26

Peres quer 50% dos jogos do Santos no Pacaembu
(Foto: Divulgação)

O presidente do Santos, José Carlos Peres, disse, mais uma vez, que o Peixe disputará a maior parte de suas partidas da Libertadores no Pacaembu. A decisão foi tomada levando em conta o baixo público que, normalmente, vai à Vila Belmiro nos jogos da equipe e a possibilidade de lucrar mais com bilheteria no estádio localizado na capital paulista.

"95% ou 100% da Libertadores será no Pacaembu. Não dá para jogar para 7 mil pessoas na Libertadores. Isso é gestão. O Santos precisa de dinheiro. Essas decisões estão tomadas", declarou em entrevista concedida na Federação Paulista de Futebol (FPF) nesta quinta-feira.

Com isso, fica claro que a decisão não tem a ver com regulamento da competição. Semanas atrás, ao falar sobre realizar os jogos do torneio continental no Pacaembu, ele havia argumentado que a Conmebol tinha alterado as regras da disputa e que estádios com menos de 30 mil lugares não poderiam receber jogos. A entidade sul-americana não fez tal mudança .

O Alvinegro estreia na Libertadores no dia 1º de março, contra o Real Garcilaso, fora de casa.

Veja Mais