Jair Ventura foca na vaga e deixa atuação do Santos de lado

O treinador santista diz que ficou contente com a classificação às quartas de final da Copa do Brasil

17/05/2018 - 21:59 - Atualizado em 17/05/2018 - 22:32

O técnico Jair Ventura preferiu não avaliar a atuação do Santos na derrota por 2 a 1 (Foto: Rogério Soares/AT)

O técnico Jair Ventura se esquivou de apontar os problemas que o time do Santos apresentou na derrota por 2 a 1 para o Luverdense, na noite desta quinta-feira (17), em Lucas do Rio Verde. Apesar da derrota, o Peixe está nas quartas de final da Copa do Brasil.

"Eu avalio o jogo de 180 minutos no qual o Santos fez uma vantagem muito boa em sua casa e teve o privilégio de poupar alguns jogadores. E no somatório desses jogos foi 6 a 3", disse ele, em entrevista coletiva, logo após a partida.

Jair Ventura preferiu escalar um time com apenas o goleiro Vanderlei de titular. Jean Mota, que vem atuando na meia, ficou na lateral-esquerda. Seis titulares nem viajaram (Victor Ferraz, David Braz, Dodô, Alison, Gabriel e Rodrygo). Já Lucas Veríssimo, Cittadini, Vitor Bueno e Sasha, ficaram no banco.

"É bom falar que a vida é feita de oportunidades e muitos hoje tiveram. Depois, a gente vai reavaliar para ver aqueles que aproveitaram ou não", completou Jair.

O treinador ainda preferiu não falar individualmente de seus jogadores. Yuri, no intervalo, Vecchio e Copete, no segundo tempo, foram substituídos por Calabres, Vitor Bueno e Eduardo Sasha.

"Pelo resultado, lógico que a gente quer vencer. Mas eu não vou chegar aqui na frente de todo o Brasil os atletas que a gente não gostou ou gostou. Isso de maneira interna, a gente sempre vê o jogo de novo e vai fazer uma avaliação", concluiu.

Veja Mais