Gabigol marca e Santos vence o Corinthians por 1 a 0 pelo Brasileirão

Vitória coloca Peixe mais perto do Atlético-MG, o último do G-6 da Libertadores da América

13/10/2018 - 21:00 - Atualizado em 13/10/2018 - 21:37

Artilheiro do Brasileirão, com 14 gols, Gabriel comemora com a torcida (Foto:Wesley Santos/Folhapress)

Santos e Corinthians se enfrentaram na noite deste sábado (13), no Pacaembu, em jogo válido pela 29ª rodada do Brasileirão e a vitória acabou sendo do Peixe. Com gol de Gabriel Barbosa, artilheiro do campeonato, com 14 gols, o time santista conseguiu vencer o primeiro clássico na era Cuca.

Com o resultado, o Santos chega a 42 pontos e fica a 3 do Atlético-MG, que é o último do G-6 (zona classificatória para a Libertadores 2019). Já o Corinthians permanece com 32 pontos e pode cair da 11ª posição para a 13ª, caso América-MG e Bahia, que ainda vão jogar, vençam seus jogos contra Atlético-MG e Paraná, respectivamente.

O Santos volta a campo na segunda-feira (22), às 20 horas, contra o Internacional. Já o Corinthians tem a partida de volta da final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, na quarta-feira (17), às 21h45, na Arena. O Timão precisa vencer por dois de diferença no tempo normal para ser campeão da Copa. Caso faça um, a decisão vai para o pênaltis.

Muita chuva e pouco futebol

O primeiro de tempo de Santos e Corinthians se resumiu a duas chances de gol. Uma para o Corinthians, que não soube aproveitar, e outra para o Peixe, que resultou no gol de Gabriel Barbosa.

O Corinthians começou melhor e teve a primeira oportunidade logo no início. O zagueiro Léo Santos, que estava improvisado de lateral-direito, cruzou para Jonathas, que deixou a bola bater na canela e escapar. Na sobra, Mateus Vital partiu para cima do defensor santista, conseguiu o drible, ficou cara a cara com Vanderlei, mas chutou para fora.

Com 20 minutos de jogo, os comandados de Jair Ventura foram punidos por não aproveitarem as chances de gol. Arthur Gomes avançou pela direita, driblou o marcador, cruzou rasteiro e Walter espalmou a bola para o meio da área, onde estava Gabigol. O artilheiro do Brasileirão chutou forte e marcou seu 14º gol no campeonato.

Na comemoração, o camisa 10 santista pedalou, trazendo a lembrança das pedaladas de Robinho, como você pode ver no vídeo abaixo

Árbitro é atendido por DM do Santos e rouba a cena

Bem no começo da etapa final, algo diferente aconteceu no Paulo Machado de Carvalho. O árbitro da partida, Pericles Bassols teve um sangramento na orelha, por causa do comunicador e o jogo ficou parado por três minutos para atendimento ao juiz.

Com a bola rolando, os jogadores do Santos reclamaram de pênalti não marcado em cima de Arthur Gomes. Aos 12 minutos, o atacante passou por Carlos Augusto e caiu na área adversária. O árbitro da partida marcou apenas tiro de meta para o Timão.

Quando o relógio marcava 15 minutos, foi a vez dos comandados de Jair Ventura pedirem a penalidade. Mateus Vital disputou a bola com Arthur Gomes e caiu na área santista. Pericles Bassols novamente não marcou nada.

O jogo seguiu arrastado, com poucas oportunidades de gol. O Peixe se tivesse caprichado um pouco mais em três finalizações claras teria ampliado o placar. A primeira foi com Gabriel, aos 20; a segunda com o apagado Bruno Henrique, aos 22, e a terceira com Diego Pituca, um minuto depois.

Sete minutos foram adicionados de acréscimo e, durante o tempo adicional, uma confusão foi formada envolvendo o zagueiro Luiz Felipe e meia-atacante Clayson. Após a confusão, a bola rolou e os comandados de Cuca perderam uma chance inacreditável. Aos 48, Derlis cruzou rasteiro para Sasha, que finalizou e Walter salvou o Corinthians de sofrer o segundo gol.

No último lance da partida, Marllon, zagueiro do Corinthians subiu sem marcação e perdeu a chance de empatar a partida.

Ficha técnica: 

Santos x Corinthians

Data: 13/10/2018 

Local: Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)

Público: 26.428 pessoas

Renda: R$ 778.974,50

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe e Dodô; Diego Pituca (Renato), Yuri (Eduardo Sasha) e Carlos Sánchez; Arthur Gomes (Derlis Gonzáles), Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

Técnico: Cuca

Gol: Gabriel Barbosa

Corinthians: Walter, Pedro Henrique, Léo Santos (Thiaguinho), Marllon e Carlos Augusto; Douglas, Gabriel, Pedrinho, Mateus Vital (Clayson) e Sheik (Danilo); Jonathas.

Técnico: Jair Ventura

Veja Mais