Ex-técnico da Inter detona Gabigol e cita comportamento de "estrela"

Jogador chegou à Itália em agosto de 2016 e ficou lá só uma temporada

13/07/2018 - 18:55 - Atualizado em 13/07/2018 - 19:11

Inter comprou Gabriel junto ao Santos por quase
R$ 100 milhões (Foto: NurPhoto/Getty Images)

A ida de Gabriel Barbosa, o Gabigol, para a Inter de Milão em 2016 foi cercada de expectativa. Entretanto, o jogador, que retornou ao Santos neste ano, pouco jogou e foi criticado por seu comportamento. Treinador do atleta no time italiano, o ex-zagueiro Frank de Boer detonou o menino da Vila, dizendo que ele pensava que ainda estava no Brasil.

"Ele pensava que ainda estava jogando no Brasil. Ele estava só andando, e tem que estar em movimento. Ele só quer receber a bola sem correr, mas tem que trabalhar duro nos treinamentos. Não é por nada que não jogou comigo e não jogou mais na Inter", disse o holandês à ESPN em Moscou, na Rússia. 

Não parou por aí. De Boer afirmou que Gabigol se comportava como "estrela. "Ele tem que olhar no espelho... Ele tem que demonstrar a cada dia no treinamento que é o melhor ou que pode ser um bom jogador, não com atitude de estrela. Ganhou o ouro olímpico e nada mais", afirmou, relembrando a conquista da seleção brasileira na Rio-2016, que ocorreu no mesmo mês em que Gabigol se transferiu para a Itália.

A Internazionale comprou o atacante junto ao Santos por quase R$ 100 milhões em agosto de 2016. No time italiano, ele foi reserva. Por sinal, houve um episódio em que abandonou o banco, fato que gerou críticas.

Após um ano em Milão, Gabigol foi emprestado ao Benfica. Em Portugal, mais uma vez, não conseguiu espaço e quase não entrou em campo. Por isso, foi cedido ao Peixe em janeiro passado, e seu contrato de empréstimo com o Santos vai até dezembro próximo.

Veja Mais