Depois de acerto com o Santos, Bryan terá uma semana de férias

Meia fechou contrato com o Peixe nesta quarta-feira (11) e pediu um tempo para ficar à disposição

11/07/2018 - 18:08 - Atualizado em 11/07/2018 - 20:11

Bryan Ruiz foi apresentado oficialmente na sala de imprensa da Vila Belmiro (Foto: Vanessa Rodrigues/AT)

Bryan Ruiz foi oficialmente apresentado pelo Santos no começo da noite desta quarta-feira (11), mas ainda não ficará à disposição do técnico Jair Ventura. O jogador, que disputou a Copa do Mundo, pretende tirar férias de uma semana e preparar sua mudança para o Brasil.

"Quando terminei a temporada em maio, fui para seleção e não tive folga. Quero render bem, começando no melhor das condições. Quero ter um pouco de férias e começar em 100%. Uma semana no máximo. Vou para a Costa Rica ficar com a família. Copa terminou há 10 dias, mas férias mesmo eu não tive. Quero me adaptar rapidamente, ficar fisicamente bem e tenho certeza que vai ser rápido", disse ele, que volta para a Costa Rica ainda nesta quarta-feira.

Embora a comissão técnica ainda não tenha definido o planejamento, ele não deve encarar o Palmeiras, dia 19, quinta-feira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para o Pacaembu.

Responsabilidade  

Ele chegou se esforçando para falar português, já que esteve as últimas temporadas no Sporting, de Portugal, e celebrando poder vestir a camisa 10 do Santos. O meia ainda disse saber que o clube busca por um jogador da posição dele desde o começo do ano.

"Sei a responsabilidade que é chegar nesse clube, principalmente por saber que a equipe está atrás (na tabela do Brasileirão) e precisa melhorar no meio-campo. Sei como é a responsabilidade, repito", completou. 

Bryan disse que acompanhou a partida entre Santos e Monterrey, que terminou 1 a 0 para os mexicanos, e ponderou que um amistoso não tem o mesmo peso que um jogo oficial.

"Quando tive a oportunidade de vir, vi o elenco e vi 45 minutos do jogo contra o Monterrey, cinco dias atrás. Tive a dimensão de como o time joga, é um amistoso, é diferente, mas dá uma ideia. Vi os jogadores, a idade, a combinação de experiência de novos com os mais rodados. Isso dá muita força. É o que eu conheço por agora", concluiu. 

Veja Mais