Bryan Ruiz se esquiva de polêmica por camisa 10 do Santos

Em sua apresentação, reforço recebeu a numeração, que vem sendo usada por Gabigol

11/07/2018 - 20:14 - Atualizado em 11/07/2018 - 20:36

Bryan Ruiz disse que pensa em se aposentar no
Santos (Foto: Vanessa Rodrigues/AT)

O meia costarriquenho Bryan Ruiz foi apresentado pelo Santos no início da noite desta quarta-feira (11), na Vila Belmiro. Recebido com a camisa 10, entregue pessoalmente pelo presidente José Carlos Peres, o primeiro reforço do clube durante a pausa para a Copa do Mundo ainda não garantiu a utilização do número, esquivando-se de um possível mal-estar com o atacante Gabriel Barbosa, atual 10 santista.

"O número (da camisa) não é importante. O importante é o que está na frente da camisa, o símbolo do Santos. Se for numero 10, 40 ou 60, não importa", disse o jogador, que, na sequência, não escondeu o desejo de vestir o número histórico santista.

"Será muito bom vestir a camisa 10. A história é muito grande, mas o pensamento maior é pelo que está na frente, o escudo do Santos", completou.

Bryan não escondeu em sua primeira entrevista que tinha como principal meta pessoal a permanência na Europa. O novo reforço, porém, agradeceu o empenho dos dirigentes santistas para contratá-lo e falou que pensa, inclusive, na possibilidade de encerrar a carreira no novo clube. O término do contrato será em dezembro de 2020.

"Seria um sonho para mim, mas vai depender do meu desempenho também, de como as coisas vão acontecer aqui. Sinto-me bem para render o máximo ainda. Vou me esforçar para que os dois anos e meio sejam bons e, depois, tomar uma decisão. Terminar a carreira aqui seria um sonho, é uma grande equipe", afirmou.

Veja Mais