Atacante paraguaio dispara contra presidente do Santos no Instagram

José Carlos Peres, entretanto, não encerra a negociação com Derlis González

24/07/2018 - 14:02 - Atualizado em 24/07/2018 - 16:41

Derlis durante partida pelo Dínamo de Kiev (Ucrânia) (Foto: Getty Images/AFP)

A negociação entre Santos e Derlis González, atacante paraguaio do Dínamo de Kiev, ao que tudo indica, não terá um final feliz. Nesta terça-feira (24), o jogador usou sua conta no Instagram para reclamar do presidente José Carlos Peres. Ele alega que o Peixe não cumpriu com o prometido.

Resposta de Derlis a torcedor do Santos 

(Reprodução Instagram)

Em uma das postagens, o atacante foi questionado por um torcedor sobre pedir R$ 900 mil por mês de salários. O atacante respondeu dizendo que "isso é mentira para que o presidente lave as mãos, já que não cumpriu sua palavra e agora quer nos deixar em maus lençóis".

A outro torcedor, ele garantiu que o Santos não estaria disposto a pagar o salário que ele recebe na Ucrânia. "Primeiro informe-se com a verdade. O Santos não quer pagar o mesmo salário que o Dínamo e essa era a condição do empréstimo. Disseram que estavam dispostos, mas quando chegamos ao Brasil, mudaram tudo. Isso não se faz, ok.", escreveu.

Derlis estava no Brasil, desde a última quinta-feira , para se acertar sua transferência para o Peixe, mas já voltou para o Paraguai.

"A negociação continua", diz Peres

Enquanto o atacante se mostra decepcionado, José Carlos Peres diz o contrário.

"A negociação com o Derlis continua, só não foi finalizada porque houve outras imposições. O Santos tem limites, tem um teto. Não queremos uma diferença muito grande entre um atleta e outro para que não haja nenhuma desarmonia no elenco", disse o cartola, durante a apresentação do meia Carlos Sánchez, nesta terça-feira (24), em São Paulo.

Mesmo com todo esse cenário, Peres garantiu que Vitor Bueno ficará na equipe ucraniana. "Mesmo que ela (negociação) não dê certo aqui, o Vitor (Bueno) será emprestado."

Veja Mais