Operação Verão da Marinha apreende 24 embarcações

Desde o dia 22 de dezembro, mais de 2,8 mil embarcações foram abordadas por oficiais da Marinha

09/02/2018 - 13:31 - Atualizado em 09/02/2018 - 13:52

Durante a operação, as embarcações têm suas documentações e a de seus condutores verificadas (Foto: Vanessa Rodrigues/AT)

A Operação Verão da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) segue até o próximo dia 19 em toda a região. Desde o dia 22 de dezembro, mais de 2,8 mil embarcações foram abordadas por oficiais da Marinha do Brasil. Em 24 delas, foram encontradas irregularidades que forçaram a apreensão dos barcos. 

Durante a operação, as embarcações abordadas pelas equipes da CPSP têm suas documentações e as de seus condutores verificadas. Neste ano, o tema escolhido pela Marinha para a campanha é a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação.

Nessas ações, são fiscalizados a habilitação dos condutores, a documentação da embarcação, o material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, a lotação e o estado da embarcação. Além disso, são utilizados etilômetros, tendo em vista que é proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores.

Entre 22 de dezembro e o último dia 1ª, 2.842 embarcações foram abordadas pelos oficiais da Marinha. Este número também engloba as inspeções feitas pela Delegacia de São Sebastião, no Litoral Norte. 

Destas abordagens, 212 geraram notificações aos proprietários dos barcos ou motos aquáticas. Neste caso, os responsáveis precisam se apresentar na sede da CPSP, no Cais da Marinha, em Santos, para prestar esclarecimentos. 

Já outros 24 barcos foram apreendidos logo após as abordagens. Isto acontece quando o condutor está embriagado ou não está habilitado. 

Desde o início da Operação Verão da CPSP, foram abertos oito Inquéritos Administrativos dos Fatos da Navegação (IAFN). Quatro dessas investigações tiveram origem em acidentes não fatais. Segundo a Autoridade Marítima, em apenas um dos casos houve morte. 

No período completo da operação anterior, a CPSP e a Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião realizaram 4.519 abordagens, 383 notificações e 40 apreensões.

Estrutura

Até o dia 19, 111 militares da CPSP e da Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião atuam diretamente nos 423 municípios sob a responsabilidade da Capitania, verificando o cumprimento das regras de segurança da navegação, enquanto 239 atuarão indiretamente, na logística, na mobilização e no suporte das operações. 

A fiscalização acontece prioritariamente nas proximidades de áreas com concentração de banhistas e surfistas, como as praias, e ainda nos locais onde são guardadas as embarcações, como garagens náuticas, marinas e colônias de pesca.

Também são planejadas palestras educativas sobre as normas de segurança da navegação – ministradas por agentes da Autoridade Marítima – em entidades náuticas, clubes, marinas e colônias de pescadores, segundo a Capitania dos Portos.

Veja Mais